Que medo você tem de Lula?

Num artigo em que manda recado para o ministro Sergio Moro, para a juíza Carolina Lebbos e o procurador que pediu a escola policial para a saída do ex-presidente Lula da prisão, o colunista Gilvandro Filho, do Jornalistas pela Democracia, questiona: "o que dizer a vocês daquela turma de juízes que pensa que liberdade é algo que se pode confinar pra sempre e sem provas?"; "Não adianta querer impedir o povo de falar. Muito menos pense que deterá para sempre o meu sonho", escreve

Que medo você tem de Lula?
Que medo você tem de Lula? (Foto: Rafael Ribeiro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Gilvandro Filho, para o Jornalistas pela Democracia - Você, ministro que se entende acima do bem e do mal, de acordo com o caso e com o acusado, nunca ouviu dizer que QUANDO UM MURO SEPARA UMA PONTE UNE.

Você, procurador que pensa ter o poder sobre a vida e a morte dos outros, um dia vai aprender: SE A VINGANÇA ENCARA, O REMORSO PUNE

Você, juíza que decide ao arrepio da lei, autoritariamente, vai acabar ouvindo: VOCÊ VEM ME AGARRA, ALGUÉM VEM E ME SOLTA

E o que dizer a vocês daquela turma de juízes que pensa que liberdade é algo que se pode confinar pra sempre e sem provas? VOCÊ VAI NA MARRA E ELA UM DIA VOLTA

Pois nem todo o aparato policial é capaz de conter o poder da razão. Até por que... SE A FORÇA É SUA, ELA UM DIA É NOSSA.

Cuidado, seu moço!
OLHA O MURO, OLHA A PONTE, OLHA O DIA DE ONTEM CHEGANDO

Você é tão valente, mas... QUE MEDO VOCÊ TEM DE NÓS!

OLHA AÍ...

Não adianta querer impedir o povo de falar. Saiba que se VOCÊ CORTA UM VERSO E EU ESCREVO OUTRO

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Muito menos pense que deterá para sempre o meu sonho. Se VOCÊ ME PRENDE VIVO E EU ESCAPO MORTO

DE REPENTE, OLHA EU DE NOVO. Sabe por que? Porque o povo tem memória

Cada vez mais livre e ainda forte, PERTURBANDO A PAZ, EXIGINDO O TROCO

VAMOS POR AÍ, EU E MEU CACHORRO, e meu gato, e meu cavalo selado, e meu dragão e minha força de lutar

OLHA O VERSO, OLHA O OUTRO, OLHA O VELHO, OLHA O MOÇO CHEGANDO e chegando para ficar. E para você sair.

Você é tão cheio de si, mas... QUE MEDO VOCÊ TEM DE NÓS

Você pensa que é eterno, logo ouvirá que O MURO CAIU. OLHA A PONTE DA LIBERDADE GUARDIÃ

Pois, cada vez mais, O BRAÇO DO CRISTO-HORIZONTE, ABRAÇA O DIA DE AMANHÃ

OLHA AÍ...

* PESADELO, com música de Maurício Tapajós e letra (o que está em maiúsculas) de Paulo César Pinheiro, foi composta durante uma ditadura, a militar. Mas, na de hoje, a do judiciário minúsculo e partidário, caberia como uma luva.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247