Racistas não passarão

O vice de Bolsonaro, general Mourão, numa única frase descartou dois dos três pilares da nacionalidade brasileira, o negro e o índio. E ainda pede o voto da população majoritária negra e de origem indígena para ser eleito vice-presidente da República

Racistas não passarão
Racistas não passarão

A nação brasileira foi construída com o trabalhado do negro, do índio e do branco e historicamente é constituída por estas três etnias.

O vice de Bolsonaro, general Mourão, disse que o "País herdou a indolência do índio e a malandragem do negro". Numa única frase ele descartou dois dos três pilares da nacionalidade brasileira, o negro e o índio. E ainda pede o voto da população majoritária negra e de origem indígena para ser eleito vice-presidente da República.

Esse general, que defende a venda da Amazônia, também enxerga com absoluto desprezo as populações remanescentes do extermínio de nossos indígenas e os descendentes do trabalho escravo que, por três séculos, produziu as riquezas do Brasil.

Demonstrando uma clara discriminação racista para com a maior parte da população brasileira e uma falta de sentimento patriótico ele, como o seu parceiro de chapa, que comunga as mesmas posições elitistas, não estão minimamente credenciados para se candidatarem à presidência da República e muito menos para pedir votos a esse mesmo eleitorado, majoritariamente negro e indígena, que eles tanto desprezam.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247