Racistas se protegem protegendo William Waack

Defesas repugnantes que Augusto Nunes, da Veja, Raquel Sheherazade, do SBT, e Reinaldo Azevedo, da Rede TV, fizeram da agressão criminosa (lei 7716/89) que o ex-âncora da Globo William Waack assacou contra, segundo o IBGE, 54% dos brasileiros, merecem resposta à altura

Defesas repugnantes que Augusto Nunes, da Veja, Raquel Sheherazade, do SBT, e Reinaldo Azevedo, da Rede TV, fizeram da agressão criminosa (lei 7716/89) que o ex-âncora da Globo William Waack assacou contra, segundo o IBGE, 54% dos brasileiros, merecem resposta à altura
Defesas repugnantes que Augusto Nunes, da Veja, Raquel Sheherazade, do SBT, e Reinaldo Azevedo, da Rede TV, fizeram da agressão criminosa (lei 7716/89) que o ex-âncora da Globo William Waack assacou contra, segundo o IBGE, 54% dos brasileiros, merecem resposta à altura (Foto: Eduardo Guimarães)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pretendia escrever um longo post sobre as defesas repugnantes que Augusto Nunes, da Veja, Raquel Sheherazade, do SBT, e Reinaldo Azevedo, da Rede TV, fizeram da agressão criminosa (lei 7716/89) que o ex-âncora da Globo William Waack assacou contra, segundo o IBGE, 54% dos brasileiros. Porém, achei que barbaridades como a que essa gente disse merecia resposta à altura. Eis por que aí vai minha resposta EM VÍDEO a esse surto de corporativismo racista.

 

 

Leia o artigo na íntegra. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247