Razões pontuais do porquê Lula não deve se entregar

Porque o conluio Rede Globo/ Republica de Curitiba e acenos desvairados a uma intervenção militar parece ter alcançado o auge nas 24 horas que antecederam o contraditório e confuso voto da ministra Rosa Weber ao negar o HC que impediria a ilegalidade de uma prisão de Lula

www.brasil247.com - Vigília democrática em solidariedade à Lula. Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. 05.04.2018 Foto: Adonis Guerra/SMABC
Vigília democrática em solidariedade à Lula. Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. 05.04.2018 Foto: Adonis Guerra/SMABC (Foto: Daniel Quoist)


1. Porque Lula é o único contraponto aos tempos regressivos que vivemos no Brasil; um só mbplo da denúncia do estado de exceção que o país vivência desde o golpe midiático-parlamentar de 2016 como neta a presidenta Dilma Rousseff.

2. Porque todo o processo está eivado de ilegalidades, permeado de intenções obscuras, caracterizado por um nefasto aparelhamento do sistema judicial do país.

3. Porque as provas de perseguição judicial-política ao presidente Lula são imensas e continuas: prazos são encurtados, recursos são denegados a toque de caixa, provas de sua inocência, embora numerosas e evidentes, são sumariamente descartadas, não aceitas.

4. Porque o conluio Rede Globo/ Republica de Curitiba e acenos desvairados a uma intervenção militar parece ter alcançado o auge nas 24 horas que antecederam o contraditório e confuso voto da ministra Rosa Weber ao negar o HC que impediria a ilegalidade de uma prisão de Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

5. Porque Lula, longe de se entregar ao avanço fascista que tem o juiz Sérgio Moro, o TRF-4 e a Rede Globo na infantaria, deve mesmo é se entregar ao povo brasileiro para abraçar por inteiro seu destino político - voltar a ser o presidente d todos os brasileiros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

6. Porque se aceitar passivamente as ordens açodadas e legais emanadas do juiz Moro estará legitimando o coroamento de um processo em que abundam convicções e inexistem material probatório, gerando não mais que uma caçada judicial-midiática ao maior presidente que este país já teve em sua História.

7. Porque o ônus de executar mandado de prisão tão descabido e ilegal, uma vez que nem mesmo os recursos todos contra sua prisão foram exauridos, deve recair única e exclusivamente sobre o Juiz Sergio Moro, arcando este com todas as consequências políticas e sociais daí decorrentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

8. Porque não se entregar à sanha ilegal, punitivista e agora açodada do juiz Moro é a forma sabia e eficaz de desnudar ante os olhos do mundo a situação aflitiva por que passa o Brasil, com garantias constitucionais comezinhas sendo abolidas por uma Suprema Corte acovardada é dada a manobras regimentais para prejudicar a quem deseja expulsar da vida pública do país.

9. Porque se a justiça e a verdade está com Lula, como realmente está, o presidente não deve pactuar com os cânones do obscurantismo que há dois enfermam o país - os partidários da judicialização e partidarização da Justiça e os aparatos midiáticos que há décadas manipulam a sociedade brasileira, Rede Globo à frente.

10. Porque a manobrista Carmen Lúcia deve entender em profundidade o que suas astúcias no STF fizeram no país: prenúncio de intensa instabilidade política e social, crescente descrédito da Justiça, condições para enfrentamentos violentos entre populares e forças de segurança a um passo de se tornarem forças de repressão policial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email