Redação do Enem

Esta é uma redação que escrevi na prova do Enem, e fui regiamente contemplada com um colar de muitos zeros e de muitas voltas

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Hildegard Angel, do Jornalistas pela Democracia

A expressão “zero à esquerda” representa o quê ou quem nada soma, nada acrescenta, nada vale, nada significa.

A materialização mais expressiva do termo é a Família Zero, encabeçada por zero zero, seguido por vários zerinhos, sempre à esquerda para deixar bem claro que para nada servem.

PUBLICIDADE

Se fosse um conto infantil, a Família Zero poderia ser representada pelo Patinho Feio, em que todos eram patos amarelinhos, desde o pato pai, e de repente nasceu um pato preto, o único com sentimentos, o único produtivo, tanto que produziu até um conto dinamarquês, até hoje contado às crianças.

Na família zero brasileira, o pato preto está por nascer, até porque o pato amarelo pai prefere um pato filho morto que um pato filho diferente.

O conto também demonstra que a anomalia genética não é ser diferente, haja vista que o pato preto se transforma em cisne, a apoteose das penosas.

PUBLICIDADE

A anomalia é ser todo mundo igual, sem pôr nem tirar, é aparentar igual, grasnar igual, ser zero à esquerda igual.

‘Sem pôr’ é força de expressão, considerando que para nascer tanto pato amarelo igual alguém tem que pôr, e põe muito, já que a população de patos amarelos neste país é espantosa. Em 2018, eles chegaram a ser 57,8%, mas agora diminuíram para 17 ou 16%, ou 15, ou 14, ou 12, porque pato amarelo 13 não tem. É feito botão de elevador em Nova York, que de 12 pula pra 14, por pura superstição dos americanos de que o 13 vai acabar com o Capitalismo selvagem...

No Brasil, a Família Pato começa com B - B de Bato, sinônimo de Elimino - mas não digo o sobrenome, porque senão o Algoritmo me pega e me apaga.

PUBLICIDADE

Algoritmo é um zeneral, com Z, de Zuckerberg. No exército virtual, os zenerais têm a patente dobrada, igual àquele almirante que também é general, espécimen militar da qual nós só tomamos conhecimento muito recentemente - e por carta!

A Família Pato se dá muito bem no clima tropical brasileiro, sobretudo no clima de Brasília, porque pagar o pato é tradição nacional.

Esta é uma redação que escrevi na prova do Enem, e fui regiamente contemplada com um colar de muitos zeros e de muitas voltas, como as voltas que a vida dá, e em breve veremos os patos do Lago Paranoá baterem asas e voar num avião da FAB para bem longe.

PUBLICIDADE

PT saudações.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email