Sarrar, esse é o verbo

Lula, também, tira um sarro com seus adversários. Todos acoelhados em suas tocas, a olhar pela frestas das persianas, com medo do povo. Com gente na rua, essa gente não sai nem pro banho de sol. Veja Temer, que hoje preside essa bagaça e esbagaça os sonhos dos trabalhadores, presentes e futuros

Lula na Bahia com estudantes . Foto Ricardo Stuckert
Lula na Bahia com estudantes . Foto Ricardo Stuckert (Foto: Lelê Teles)

eu sarro, tu sarras, eles sarram.

a sarrada é a descontrução de uma ideia ruim transformada em algo positivo.

explico.

antes, sarrava-se com a namorada no portão da casa dela, ela sarrava com o namorado no fundo da escola, ambos sarravam encostados numa árvore ou no capô do fusca.

o sarro é a preliminar das preliminares.

por isso, adolescentes estão em crise com as igrejas evangélicas porque estas condenam o sarro como se sexo fosse.

a igreja, veja que curioso, teme o sarro como outrora temia os sarracenos. acha o sarro impuro como sarrabulho, o que é um absurdo.

porém, foi nos vagões de trens, nos metrôs e nos ônibus, que a sarrada foi inteiramente deturpada.

tarados em transe e em trânsito, esses sexólatras viciados em pornografia infantil e zoofilia, passaram a se esfregar desavergonhadamente em trabalhadoras e estudantes dentro dos coletivos.

aí, meu querido, o sarro passou a ser algo invasivo e reprovável, tornou-se uma tara nojenta e abjeta que objetifica a mulher.

afinal, sarro sem consentimento é esparro.

a molecada, então, passou a sarrar no ar. ressignificando essa lúdica vontade dos corpos.

a sarrada no ar tira um sarro com os sarradores impulsivos. tirar um sarro, você sabe, é diferente de sarrar.

tirar um sarro é tirar uma onda com a cara alheia.

ao viajar pelo Brasil, e tomar um banho de povo, Lula não está apenas produzindo imagens emocionantes e espetaculares que só um líder popular é capaz.

Lula, também, tira um sarro com seus adversários.

todos acoelhados em suas tocas, a olhar pela frestas das persianas, com medo do povo.

com gente na rua, essa gente não sai nem pro banho de sol.

veja Temer, que hoje preside essa bagaça e esbagaça os sonhos dos trabalhadores, presentes e futuros.

o cabra só recebe seus amigos - os inimigos do povo - na madruga, na calada da noite. e no despiste, ainda tem gente que dá o nome errado ao chegar na portaria.

o jardineiro, fiel ao cão seu cão usurpador, chegou a colocar umas plantas na entrada do palácio para ocultar os convidados demofóbicos.

eles vivem se esgueirando pelas paredes, como o Demônio das Sombras, da Caverna do Dragão.

veja o aécio. outrora tão falastrão, tão jactancioso, hoje se esquiva dos oficiais de justiça e sua frio toda vez que alguém lhe bate à porta, mesmo que sejam as inofensivas Testemunhas de Jeová.

Bolsonaro, como vimos a pouco, toda vez que se afastar do seu harém de homens armarizados, vai levar ovo.

Doria, fora da Paulicéia desvairada, leva ovada.

enquanto isso, Lula sarra no ar.

é o ex-chefe de estado que mais recebeu títulos de doutor honoris causa no mundo e o presidente que mais construiu universidades na história desta nação.

merece!

em todo canto que passa, Lula deixa uma mensagem de esperança ao povo, relembra o seu legado e prega mais amor e menos ódio.

homão da porra!

mas, com seu exemplo combativo, incansável, o homem que lutou contra as injustiças sociais agora luta contra a sua condenação injusta. não prega passividade, portanto.

ser pacífico não é o mesmo que ser passivo.

aliás, só pra lembrar aos cristão de esquerda.

os anti ovos, os adeptos da luta sem luta.

àqueles que preferem oferecer a outra face:

né spoiler não, mas...

foi nesse bom mocismo - e nesse bundamolismo aí - que Jesus acabou crucificado, viu?

depois de uma prisão coercitiva, fizeram ele carregar a própria cruz, cuspiram nele, deram-lhe bofetadas e o caralho.

em seguida, os amiguinhos dele foram todos trucidados.

só pra lembrar.

palavra da salvação.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Haddad copia Bolsonaro para derrotá-lo em 2022
blog

De oris et anus

A mídia insiste ainda em se esquecer que houve um governo Temer antes do de Bolsonaro, e não do PT. E também apagou de sua memória os fortes indícios de fraude eleitoral em 2018, à luz do que Moro...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247