Se os golpistas não se sentirem afrontados, Lula continuará preso

O ex-presidente está nas mãos do inimigo. De gente golpista, canalha, odiosa. Psicopatas. Agem e fazem o que bem entendem. Estamos num momento histórico crucial. É no agora que temos que agir. Pensar

O ex-presidente está nas mãos do inimigo. De gente golpista, canalha, odiosa. Psicopatas. Agem e fazem o que bem entendem. Estamos num momento histórico crucial. É no agora que temos que agir. Pensar
O ex-presidente está nas mãos do inimigo. De gente golpista, canalha, odiosa. Psicopatas. Agem e fazem o que bem entendem. Estamos num momento histórico crucial. É no agora que temos que agir. Pensar (Foto: Edison Brito)

Lula preso. A cela, uma solitária. Nem médico, nem amigos, nem ex-presidenta, nem prêmio Nobel da Paz, nem advogados podem visitá-lo. Barrados que foram por uma juíza.

Como previa, ele está incomunicável. E vai piorar.

O ex-presidente está nas mãos do inimigo. De gente golpista, canalha, odiosa. Psicopatas. Agem e fazem o que bem entendem.

A ordem: esquartejar o Lula, amaldiçoar seus descendentes, apagar a história do PT, prender os petistas e cassar o registro do Partido dos Trabalhadores.

Terra arrasada. Salgada. A história contada e recontada a partir do ponto de vista dos vencedores. Assim como fizeram com a escravidão. Com Zumbi dos Palmares. Talvez adaptem o hino da proclamação da república e nas escolas ensinem:

“...Nós nem cremos que “petistas” outrora/Tenha havido em tão nobre país/Hoje o rubro lampejo da aurora/Acha irmãos, não tiranos hostis/Somos todos iguais ao futuro...”

Estamos num momento histórico crucial. É no agora que temos que agir. Pensar.

O Brasil está dividido em dois mundos, bem distintos um do outro.

O da mídia, com o judiciário, legislativo, executivo, forças armadas, polícias, classe média velhaca, coxinhas, fascistas, débeis, corruptos, alienados, “Homer Simpsons” e inocentes úteis. E o outro, com os democratas, progressistas e todos aqueles indignados com o golpe vigarista.

Mundos separados por muro construído com mentiras, manipulações e pelo ódio.

Brigam irmãos, casais. Perdem-se amigos. O ódio é implacável.  Não tem perdão para a Globo.

Lula condenado é injusto. Lula amordaçado é uma vileza. Eleição sem Lula é fraude.

O poder judiciário, como concebido pela carta magna, não existe. Os juízes, alguns, cuspiram no prato que comeram. Que tal trocarmos justiça por “injustiça”? O MPF por Ministério dos Procuradores Fascistas? PF por Poder Falangista? Seria o mais correto a fazer.

Impotente, neste momento, o ex-presidente confia em nós. A luta por justiça e pela sua liberdade deve continuar. O que é bastante coisa.

Não atingimos o QG do golpismo, até o momento. E somos pautado por eles.

Os golpistas são movidos a dinheiro ou a ameaça.

MT só não caiu porque comprou por duas vezes o congresso. Aécio Neves ameaçou matar o cara caso delatasse suas falcatruas. E olhe que o cara era o primo dele...

Temos que partir para o enfrentamento.

O acampamento em Curitiba sofreu atentado a tiro. 20 no total. Evento gravíssimo. Segundo informações, houve dois feridos. Um em estado grave. Imediatamente as pessoas foram às ruas, queimaram pneus, gritaram Lula Livre. Interromperam o trânsito. Criaram um fato.  Se não agissem desta forma, poucos saberiam da tentativa de homicídio. É isso, resposta rápida e a altura. Enfrentamento.

O trompetista tocando ao fundo o tema de “Lula, Lá” enquanto o repórter da Globo falava ao vivo, significa enfrentamento.  Imagine outros músicos interferindo do mesmo modo na mídia. Em algum momento as emissoras teriam que reagir, certo?

E os golpistas? Veja o que Sérgio “Banestado” Moro fez. O STF tirou o processo do sítio de Atibaia de sua alçada. Como ele reagiu? Falou Não, daqui não sai!  E não saiu. Ele afrontou uma decisão do Supremo Tribunal Federal. Digamos: Moro peitou o chefe. Seus fãs deliraram. Mandou às favas a dito que diz que “decisão de juiz não se discute, cumpre-se”. Moro enfrenta o STF.

E a Globo? Em 8 Segundos deu a notícia e logo após ficou 8 minutos batendo no Lula. Boa Noite. Covardia, hipocrisia.

Os golpistas partem para o enfrentamento de bate-pronto.

E nós, estamos reagindo conforme o esperado?  E em conformidade com quem? Ganhamos a narrativa do Golpe. A de 64, ganhamos? A Globo fez uma espécie de mea culpa, e só. Muitos ainda afirmam que não houve golpe e sim revolução.

Por enquanto os carrascos não estão nem se coçando. A vida continua.

Queremos Lula Livre, certo? Por quê? Porque é inocente. É um preso político. O maior líder que o país já teve... Se houver eleições e se forem honestas e transparentes. E se puder concorrer, o ex-sindicalista ganha. Os golpistas, obviamente, não querem que ele dispute o pleito.

E mais.  Preso político não combina com democracia. Não estamos numa democracia. A Constituição foi estuprada por quem deveria protegê-la.

O enfrentamento é irmão gêmeo dos protestos. O combate tem que ser em várias frentes. E conforme o perfil de cada um. De Ghandi à Lenin.

Precisamos mostrar força, determinação. Se Lula não for solto imediatamente faremos isso, aquilo...

O que os golpistas temem?

Banqueiro? Perder dinheiro. A Globo? Audiência.  As grandes indústrias? Produção. Magazines? Vendas. Pois então?

Quanto tempo mais durará o acampamento em Curitiba? Um ano, cinco anos? Ou o tempo que for necessário?

Há muito tempo que lugar de chorar deixou de ser na cama.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247