Situação de Moro, Ciro e Doria é ruim e pode ficar ainda pior

O jornalista Mauro Lopes apresenta um achado da pesquisa Quaest divulgada na última quinta: o “trio terceira via”, que está mal, pode cair ainda mais

www.brasil247.com - Moro, Ciro e Doria
Moro, Ciro e Doria (Foto: Reuters | GovSP)


Por Mauro Lopes

A pesquisa do Instituto Quaest divulgada nesta quarta-feira (9) mostrou um quadro eleitoral relativamente estável, como tem acontecido nos últimos meses. Lula muito na frente, no limiar da vitória já no primeiro turno, Bolsonaro bem atrás e a terceira via comendo poeira. Mas ela tem pelo um achado que vale a pena destacar, como pedra preciosa em meio à mesmice.

É uma pesquisa presencial, o que lhe confere credibilidade e veracidade -mas, e é sempre importante qualificar: é um retrato do momento e ele pode tanto ser mantido como alterado nos próximos meses

Qual achado da pesquisa que separei para sua reflexão?

Pode parecer incrível, mas mesmo comendo a poeira da estrada, Ciro, Moro e Doria podem cair ainda mais. 

Ciro tem apenas 7%, empatado com Moro. Doria tem 3%. O quadro abaixo indica como a situação deles pode se deteriorar ainda mais:

A pergunta é interessante. Indaga à pessoa entrevistada se a intenção de voto dela é definitiva e pode mudar. As respostas indicam, em primeiro lugar, que Lula e Bolsonaro são nomes consolidados. 74% dos eleitores de Lula dizem que não mudam; no caso de Bolsonaro, 65% dão a mesma resposta.

O quadro para Ciro, Moro e Doria é muito diferente e reserva uma péssima notícia para todos eles. 

A intenção de voto em Ciro é como um espelho invertido da de Bolsonaro. Enquanto 65% dos eleitores de Bolsonaro dizem que a escolha por ele é definitiva, 62% dos que indicam Ciro como candidato afirmam que podem mudar seu voto. Apenas 38% dos ciristas estão fechados com o candidato do PDT e dizem que não mudam.

A situação de Moro e Doria é pior ainda, um espelho invertido com a de Lula. Um desastre. 74% dos eleitores de Lula dizem que vão com ele até o fim. 73% dos eleitores de Doria e 70% dos de Moro dizem que podem mudar. Apenas 27% garantem que seu voto com Doria é definitivo; no caso de Moro, 30%.

Em outras palavra, se o cenário dos que se denominam “terceira via” está mal, pode piorar ainda mais. Eles não chegaram no fundo do poço -mas podem chegar e, aí, as eleições podem ser um desastre de grandes proporções para Ciro, Moro e Doria. 

_____

Por exigência do TSE, é obrigatório inserir esta informação neste artigo: A pesquisa foi realizada presencialmente e ouviu 2 mil pessoas entre os dias 3 e 6 de fevereiro. A pesquisa foi registrada nos sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode ser encontrada pelo número de identificação: BR-08857/2022. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de cerca de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247