STF pode discutir caso Lula sem Cármen Lúcia

Ministros têm feito chegar à imprensa críticas à presidente do Supremo. Devido à sua hesitação sobre o habeas corpus de Lula. Seus colegas estão dizendo que ela tem excessivo “apego à opinião pública”

www.brasil247.com - 30/06/2017- Brasília- DF, Brasil- A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia durante sessão plenária extraordinária no STF. Esta é a última sessão antes das férias forenses dos ministros Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas
30/06/2017- Brasília- DF, Brasil- A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia durante sessão plenária extraordinária no STF. Esta é a última sessão antes das férias forenses dos ministros Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas (Foto: Eduardo Guimarães)


Circula informação de que a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, decidiu, enfim, pautar o debate spbre prisão após condenação em 2ª instância, tema que interessa a Lula porque ele depende de um habeas corpus preventivo contra mandado de prisão do TRF4. Cármen Lúcia vem tentando empurrar o caso com a barriga. Porém, ela deve pautar o caso em breve porque, do contrário, o conjunto da Corte pode discutir o assunto mesmo sem ela querer.

(...)

Ministros têm feito chegar à imprensa críticas à presidente do Supremo. Devido à sua hesitação sobre o habeas corpus de Lula. Seus colegas estão dizendo, segundo a Folha, que ela tem excessivo “apego à opinião pública”.

Ou seja: a presidente do Supremo está sendo acusada de fazer demagogia tomando decisões com base no que a opinião pública quer, o que é a maior acusação que se pode fazer a um magistrado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia o artigo na íntegra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email