Surge uma nova espécie no bolsonarismo, os zumbissonauros

Bem que dizem que mexer com defuntos da problema! Quem manda querer governar com zumbis. Bem feito

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Vai causar mais estragos à imagem e à base de Bolsonaro a demissão deste ministro do que a demissão de Mandetta e Sergio Moro juntos.

Bem que dizem que mexer com defuntos da problema! Quem manda querer governar com zumbis. Bem feito.

A partir de agora temos três grupos que estão se desprendendo do Bolsonarismo.

Os coxinhas raiz, que ficaram órfãos com a saída do Juiz Ladrão!

Os bolsominions, que se decepcionaram com a saída de Mandetta e desistiram de vez,  após as antológicas frases "E, DAÍ" quando o Messias revela ser falso, pois não fazia milagres em comemoração aos 5.000 brasileiros mortos pelo COVID19 e logo em seguida  convida 30 amigos para um CHURRASCO quando atingimos a trágica marca de 11.000 mortos pelo COVID19.

Os bolsominions raiz, que suportaram bravamente até agora! Mas dessa vez, a cloroquina os derrubou de vez!! Desse grupo, nasce uma nova espécie. São os Zumbissonauros!

É uma espécie que não tem inteligência, não tem empatia, não tem sentimentos. São movidos pelo ódio à existência de qualquer coisa que não seja parecida com eles, não que isso signifique que eles não se odeiem mutuamente.

Veremos os Zumbiossonauros por aí, destilando veneno, dizendo que a culpa é do PT, que tem que vender a porra do Banco do Brasil, que o Mito é sim o messias, ele é que não sabe, pois tem uma missão que foi dada por deus... que não querem deixar o mito governar... Quando você ver uma destas espécies, afaste-se... esses são casos perdidos! 

São os que dizem que os números do CORONAVÍRUS são exagerados, que no ano passado morreram mais pessoas por doenças respiratórias, são os que acreditam que PF não é Polícia Federal quando o falso messias diz isso.

Somente os zumbis tem essa condição! Eles são os mortos vivos do Bolsonarismo! É a nova espécie que surge; OS ZUMBISSONAUROS!

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247