Time escolheu Lula para escrever homenagem à Luiza Trajano

"Seria Luiza Trajano a opção de Lula para seu cargo de vice-presidente? Para acalmar as discussões em torno do tema, é preciso trazer à luz o critério de como se dá o processo de escolha dos que farão a apresentação do homenageado", eclarece Denise Assis, do Jornalistas pela Democracia

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a empresária Luiza Trajano
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a empresária Luiza Trajano (Foto: Ricardo Stuckert | World Economic Forum/Benedikt von Loebell)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Denise Assis, do Jornalistas pela Democracia

A inclusão da empresária brasileira, Luiza Trajano (dona do Magazine Luiza), entre as 100 pessoas mais influentes do mundo, pela revista americana Time, em sua edição de 2021, trouxe surpresa e especulações. A surpresa ficou por conta de ser do ramo do varejo, frequentador raro deste tipo de destaque. A especulação, porque o texto em sua homenagem foi escrito pelo ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Logo, - com justa razão -, surgiram especulações sobre um tema inevitável (nas hostes petistas ou não): seria Luiza Trajano a opção de Lula para seu cargo de vice-presidente?

Para acalmar as discussões em torno do tema, é preciso trazer à luz o critério de como se dá o processo de escolha dos que farão a apresentação do homenageado. Não, ninguém pensou em chamar o Michel, até porque os textos da Time costumam ser de altíssima qualidade. 

PUBLICIDADE

A escolha do nome de Lula foi feita pela própria Time. O processo se dá da seguinte maneira: a revista escolhe os agraciados que terão o nome incluído na lista. Eles não são avisados de que constarão. Trata-se de uma surpresa. Os editores se incumbem de selecionar os convidados a escrever o texto/homenagem. Como Luiza era a única brasileira a estar na lista de 2021, pensaram em Lula para a sua apresentação.

Luiza Trajano aparece na categoria “titãs”, na companhia de ninguém menos que Tim Cook, o presidente da Apple. Também estão na categoria dos mais influentes o príncipe Harry e Meghan, sua mulher; o presidente americano Joe Biden e sua vice, Kamala Harris e o líder chinês, Xi Jinping. 

PUBLICIDADE

Lula, que já esteve nesta lista, descreveu a atuação de Luiza Trajano como alguém que ajudou pequenas empresas a adaptarem-se ao comércio digital, durante a pandemia, provendo uma plataforma para que pudessem vender os seus produtos. Lembrou também a trajetória da empresária que, desde 1975, está à frente dos seus negócios, iniciando com uma loja, sendo hoje uma “gigante do varejo e do e-commerce– área ainda hoje dominada por homens”.

“Num tempo em que o governo federal brasileiro minimizava os riscos da Covid-19, Luiza corajosamente defendeu a urgência da vacinação”, escreveu o ex-presidente. E destacou que ela foi a criadora de um programa intitulado “Mulheres do Brasil”, na defesa da maior participação feminina no mercado de trabalho e nas decisões políticas, propiciando suporte às vítimas da violência doméstica. Além disso, a empresária iniciou também um programa de trainees para jovens pretos, no que foi seguida por algumas empresas. 

PUBLICIDADE

Quanto à escolha do vice de Lula, esta é uma discussão que vem depois da sua decisão de se oficializar candidato. Ainda haverá um rio de cafezinho servido em longas reuniões do partido e com os coligados, para a escolha deste nome. Até lá, Luiza Trajano é uma empresária de sucesso homenageada em seus pontos positivos, destacados pelo ex-presidente Lula.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email