Toda solidariedade à vereadora Graciele Marques, vítima de ataques nazistas em Sinop (MT)

A professora foi atacada durante sessão na Câmara da cidade, uma das mais bolsonaristas do Estado

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


Uma fake news mobilizou uma horda de nazistas que invadiu, nesta segunda-feira (28), as galerias da Câmara de Sinop (MT) para proferir pesados ataques à vereadora e professora Graciele Marques dos Santos, do PT. Mobilizada pelos setores mais reacionários da cidades, a multidão por pouco não avançou sobre a parlamentar.

Os nazistas foram instigados depois que a ultra-direita propagou falsamente que a vereadora Graciele havia apresentado um projeto de lei para coibir os bloqueios de rodovias e outras manifestações antidemocráticas.

A vereadora Graciele é também sindicalista, militando no Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintep). Seu mandato apoia a luta de todos os trabalhadores da cidade. E foi por conta de suas atividades que ela recebeu, logo que assumiu o cargo, ameaças de morte.

Sinop, como Sorriso, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, são os principais focos de ações terroristas dos nazistas que clamam por um golpe militar contra a democracia brasileira. É de Sorriso, por exemplo, que fica a poucos quilômetros de Sinop, a maioria das empresas e empresários investigados por suspeita de financiar bloqueios, ocupação nas frentes de quartéis e ações terroristas, como os incêndios à base da Rota Oeste, cancelas de pedágios e caminhões, e ataques a tiros em veículos em trânsito de motoristas que não aderiram aos bloqueios.

Nessas cidades, os agentes políticos, de prefeitos a vereadores, com raríssimas exceções, aderiram às manifestações antidemocráticas. Nelas surgem denúncias de atos de estigma contra pessoas físicas e jurídicas contrárias aos ataques à democracia pichando uma estrela vermelha em suas residências ou lojas, a partir de um Index elaborado por um organizado grupo de declarados conservadores.

Em Sinop, a única voz contrária aos nazistas é a da professora e vereadora Graciele, que desde sempre vem denunciando a barbárie. Eu a entrevistei recentemente. Entre as muitas ações ilegais praticadas pelos nazistas, a vereadora Graciele denunciou a perseguição feroz contra os defensores da democracia e a coação de trabalhadores das empresas e empresários que estão à frente dos atos antidemocráticos.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247