Todo mundo odeia o Temer

Michel Temer conseguiu unir o país. Todos estão contra ele no atual momento e não fazem questão de esconder isso. Talvez esse sentimento de ódio a Temer não seja de agora. Talvez nunca tenha havido amor entre ele e aqueles que o colocaram no poder, através de um golpe de estado

Temer, durante evento no Palácio do Planalto 22/9/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino
Temer, durante evento no Palácio do Planalto 22/9/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Nêggo Tom)

Quem nunca assistiu a série "Todo mundo odeia o Chris", inspirada nas experiências pessoais do humorista e roteirista norte americano Chris Rock? Na série, o inteligente adolescente Chris é alvo fácil dos valentões da turma e por ser muito gente boa e resistente as provocações e aos preconceitos que sofre, é eleito o saco de pancadas da turma. Mesmo tendo parafraseado o nome da série para dar título ao artigo, não sou capaz de concluir se arte imita a vida ou vice versa. Talvez o "ódio" destinado ao pequeno Chris, viesse de gente que não sabia amá-lo como ele era, seja por ignorância ou por preconceito, enquanto que o ódio que desperta o presidente Michel Temer, é um sentimento de um tanto de gente que tentou amá-lo por conveniência e viu que não é possível e de outro tanto que sempre soube que não era possível ter por ele tão nobre sentimento.

Michel Temer conseguiu unir o país. Todos estão contra ele no atual momento e não fazem questão de esconder isso. Talvez esse sentimento de ódio a Temer não seja de agora. Talvez nunca tenha havido amor entre ele e aqueles que o colocaram no poder, através de um golpe de estado. A intenção era apenas se livrar da presidente Dilma e para isso, os golpistas agiram como um noivo que levou um pé na bunda e decide se casar com a primeira opção que se apresenta, apenas para se vingar de quem não o quis. Nesse caso, não é preciso esperar que a morte os separe. Basta acontecer qualquer atrito que desagrade a um ou a outro para que uma separação litigiosa aconteça.

Temer tem medo de fazer aparições públicas. Com razão. Das vezes nas quais ousa testar o seu carisma transilvaniano, não se sai muito bem. Sempre é contemplado com vaias homéricas que cora a todos nós de vergonha. Vergonha alheia. Mas como respeitar um traidor? Os movimentos que o apoiaram já estão lhe virando as costas. Os coxinhas, que faziam soar efusivamente o som de suas panelas nas varandas gourmets, agora querem bater com a panela em sua cabeça. Até Alexandre Frota, parece não estar mais disposto a lhe dar consultorias sobre planejamento educacional.

Em um vídeo (https://www.facebook.com/pg/alexandrefrota/videos/?ref=page_internal) postado recentemente em seu Facebook, o ator e fuckerman, dá um recado a Temer e a direita. Está de saco cheio da frouxidão e da falta de atitude de ambos. Por isso, manda avisar que agora, vai se unir aos vândalos de Brasília (É assim que ele se refere aos manifestantes de esquerda), pois estes sabem como protestar. Segundo o Ministro de honra da educação, o momento agora é de quebrar tudo e dar um pau em todos os políticos. Em um trecho do vídeo, Frota desabafa: "Estou pregando a violência, sim. Estou pregando a putaria geral" E dizem que ele entende bem disso. Eu acho que Temer deveria renunciar antes que Kid Bengala adira ao discurso de Alexandre Frota e também decida dar um pau no governo. Aí sim o coro vai comer.

Os escândalos e as manobras escusas estão mais do que presentes no governo intruso de Michel Temer. Seus homens de confiança, que iriam moralizar o país, e que ele classificou como homens de excelência ao nomeá-los, mostram a cada dia, que o que mais eles sabem fazer com excelência é picaretagem. O procedimento cirúrgico que deveria fazer com que a sangria fosse estancada, não está surtindo efeito. Por mais suturas que tentem fazer, é só meter o dedo no local da ferida que ela jorra sangue e lama. Os aliados de Temer são tão ou mais corruptos quanto aqueles que o povo sempre abominou. Daí a revolta dos revoltosos apoiadores do golpe. Como fomos tão idiotas a ponto de acreditar que com ele seria diferente? Perguntam-se.

Temer se tornou uma figura indesejável e parece que faz de tudo para que essa imagem não seja modificada. Os familiares das vítimas do acidente com o avião da Chapecoense também fizeram questão de externar o sentimento que toma conta do povo brasileiro. O presidente, que a meu ver, deveria ter ido à Colômbia prestar solidariedade as vítimas, teria sugerido que os familiares dos jogadores fossem recebê-lo no aeroporto para lhe dar um abraço. Assim como a esposa de João Dória, Temer deve achar que o povo é tão bobo e simplório que se contenta apenas em abraçar os poderosos e sentir o cheiro de perfume francês que eles exalam. O pai do zagueiro Filipe Machado e a mãe do goleiro Danilo, mostraram a Temer e ao Brasil, que a gente não quer só abraço. A gente quer dignidade e vergonha na cara por parte dos nossos governantes. Principalmente por parte do presidente da república.

Michel Temer se imagina como a estrela maior nessa constelação de golpistas que tomaram conta do céu do Brasil. Ele é arrogante e pretensioso. Julga-se acima do bem e do mal. Se porta como um monarca medieval que prova a sua humildade estendendo a mão para que a vassalagem a beije. Age na calada da noite para sacramentar os seus planos secretos. Oferece jantares caros, cujo prato principal é a honra de seus convenientes aliados. Chegou ao poder como um rato que percorre o sujo caminho do esgoto para conseguir um pedaço de queijo. Seu discurso é prolixo e vaidoso e ele se orgulha disso. Abusa dos pronomes oblíquos na terminação verbal como se isso fizesse dele um erudito da língua portuguesa. É tão caricato na postura cênica, que até o bem amado Odorico Paraguassu poderia ter com ele aulas de como ser um verdadeiro político canastr&atild e;o.

Temer não é legítimo. Nem com presidente, nem como pessoa. É por isso que hoje todo mundo ama o Chris e odeia o Temer. Eu voto em Chris Rock para presidente do Brasil.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247