Tomar as ruas e assegurar a vitória de Haddad

O Brasil não precisa de armas. Precisa de emprego e educação. A carteira de trabalho em um mão, um livro na outra. Somente Lula/Haddad/Manuela podem garantir um país com democracia e tolerância, sem violência, com diálogo e respeito a todas as pessoas

Tomar as ruas e assegurar a vitória de Haddad
Tomar as ruas e assegurar a vitória de Haddad (Foto: Ricardo Stuckert )

Àqueles e àquelas que defendem a vitória da democracia nestas eleições.

Não baixem a guarda nem se intimidem com pesquisas. Nessa reta final de primeiro turno temos que massificar a divulgação do nome e do número 13 do nosso candidato Fernando Haddad, bem como nossas propostas de campanha, e, ao mesmo tempo, centrar o debate na pauta dos direitos sociais e econômicos, mostrando como o programa do candidato do PSL é muito pior do que vem sendo feito pelo Temer.

Não podemos desviar o foco do nosso objetivo principal: a eleição da chapa Haddad/Manuela, a única que pode ir ao segundo turno e derrotar as forças do atraso. Derrotaremos não só as propostas neofascistas, como também o golpe e suas políticas anti-povo e retirada de direitos.

Vamos sair às ruas e conversar diretamente com os trabalhadores e trabalhadoras. Vamos também disputar as redes sociais.

Envie mensagens para os familiares, amigos, vizinhos, colegas de trabalho lembrando os bons tempos do governo Lula, mas, sobretudo, mostrando as nossas propostas para fazer a economia girar, criando emprego e retomando as políticas sociais.

Devemos conquistar voto a voto, saindo às ruas, sempre adesivados com Haddad, Manuela e Lula no peito, todos os dias. De porta em porta, casa em casa, conquistar mais mentes e corações, rumo à vitória! Não vamos cair em provocações, vamos priorizar o diálogo com os indecisos, os que pretendem ser abster, votar branco ou nulo.

Ressaltamos ainda a importância de pedir votos para os nossos candidatos e candidatas aos governos estaduais, ao senado federal e a Câmara de deputados federais e para as Assembléias legislativas.

Destacamos os pontos que devem estar no centro da nossa argumentação nos próximos dias

1. Somente Haddad/Manuela têm propostas para melhorar a vida do povo. Vamos trazer de volta os direitos trabalhistas, retomar as obras paradas, aumentar o salário mínimo, voltar a dar crédito com juros mais baixos aos trabalhadores e isentar o Imposto de Renda de quem ganha até 5 salários mínimos;

2. Bolsonaro apoiou o governo Temer e toda sua pauta de retirada de direitos. Precisamos explicar que o candidato do PSL não tem nada de "anti-sistema", pelo contrário, foi base de apoio do governo governo Temer, o mais rejeitado da história do Brasil;

3. Bolsonaro votou contra o direito das empregadas domésticas. Votou a favor da reforma trabalhista e da terceirização e não tem nenhuma proposta para gerar empregos;

4. O vice de Bolsonaro disse duas vezes que é preciso acabar com o 13º salário e com o abono de férias. Além disso, o economista do candidato defende que todos paguem 20% de Imposto de Renda, fazendo com quem ganhe menos pague mais. Vai ter aumento de imposto de renda para os mais pobres.;

5. O Brasil não precisa de armas. Precisa de emprego e educação. A carteira de trabalho em um mão, um livro na outra. Somente Lula/Haddad/Manuela podem garantir um país com democracia e tolerância, sem violência, com diálogo e respeito a todas as pessoas. Em síntese nossas principais prioridades são: emprego, educação, saúde, moradia e segurança cidadã. É com estes temas que vamos vencer eleição.

Rumo ao segundo turno! Vamos retomar a democracia, os direitos e a justiça social!

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247