Torcida do Corinthians convoca ato emd defesa da democracia em frente ao Parque São Jorge

A torcida corinthiana convoca para uma Vigília pela Democracia no Parque São Jorge: "Elementos inimigos do corinthianismo tentar impor uma pauta anti popular ao clube, como na censura à camisa de nosso astro do basquete, Gustavinho, que celebrou a conquista da Liga de Ouro Perguntando: "QUEM MATOU MARIELLE?"

A torcida corinthiana convoca  para uma Vigília pela Democracia no Parque São Jorge: 

"Nosso clube, nasceu em 1910 para dar vez e voz ao nosso povo, com democracia, liberdade e solidariedade. Esse é o DNA corinthiano, expresso na mobilização do Doutor Sócrates e outros membros da Democracia Corinthiana na vitoriosa luta contra a Ditadura Militar, corrupta e assassina.   

Hoje, elementos inimigos do  corinthianismo  tentar impor uma pauta anti popular ao clube, como na censura à camisa de nosso astro do basquete, Gustavinho,  que celebrou a conquista da Liga de Ouro Perguntando: "QUEM MATOU MARIELLE?"   

Neste momento de ataque à democracia, nosso papel é resistir com coragem ao avanço do fascismo. VVenha para a vigilia desta sexta feira. Traga uma vela ou lampião.  

TEU PASSADO É UMA BANDEIRA,  

TEU PRESENTE É UMA LIÇÃO. 

É nesta sexta feira  a partir das 19:10.  

“Diante do Parque São Jorge, Rua São Jorge, 777 - Desça no Metrô Carrão”   

Creio que a melhor forma de identificar um corinthiano é pelo verbo:  SER.  Ser corinthiano é mais que torcer por um time de futebol. Para nós a vitória esportiva é um objetivo, mas, mais importante que um jogo é a atitude de defender o significado de alcançar essa vitória. E neste ponto, não há campeonato maior que a luta pela democracia!  

O Corinthians é um clube de futebol  e de diversas outras modalidades esportivas que, desde sua origem, jamais perdeu de vista  seu lado nas lutas pela democracia. Fundado por um grupo de trabalhadores e operários do Bairro do Bom Retiro. (seu primeiro presidente foi um alfaiate de nome Miguel Battaglia), conquistou no decorrer do tempo a simpatia dos povos das periferias,  pois esta foi  a profecia do seu primeiro presidente: "O Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time".  

Durante a ditadura militar, foi o Corinthians, através da liderança do inesquecível Doutor Sócrates, que promoveu a DEMOCRACIA CORINTHIANA, que veio a ser um movimento de contestação fabuloso e muito importante no processo das DIRETAS, JÁ de 1984.  

Agora, novamente, diante da escalada reacionária do governo Bolsonaro,  a torcida  corinthiana  abre caminho para que outros sigam o exemplo e digam não à barbárie e ao fascismo.   

A defesa da Democracia, do Estado de Direito e das Liberdades de pensamento e contestação são fatores determinantes para compreender que mais que um time, o Corinthians faz parte de uma nação! A Nação Corinthiana!

Ao vivo na TV 247 Youtube 247