Tropas

Ninguém neste mundo pode impedir o ataque Nazista à cidade de Brasília

Roberto Alvim e Joseph Goebbels
Roberto Alvim e Joseph Goebbels (Foto: SECOM | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

As tropas estão perfiladas.

Querem um ataque rápido, sem muitas chances para o adversário.

O exército Ariano está em marcha rumo à Capital Federal.

Brasília é a cidade que querem atacar, pois nada melhor que ter como troféu, a conquista desta fantástica cidade.

Sim, mas o Nacional Socialismo está presente na cidade, como pode? A tropa de Hitler pouco quer saber, o pacto foi quebrado.

Ninguém neste mundo pode impedir o ataque Nazista à cidade de Brasília.

Querem copiar o modelo de propaganda Ariana, e isso é inadmissível por Hitler.

Logo Joseph Goebbels, o gênio da propaga, ele foi plagiado pelo governo brasileiro, que será severamente punido.

Portanto que esta estória fique permanentemente na cabeça do povo brasileiro que elegeu um governo fascista, e que mesmo assim, o povo hipnotizado, ainda não caiu na real.

Eu, sinceramente, tenho medo de acordar todos os dias.

Não é o medo de dormir, e sim, o medo de acordar.

Quantas outras situações alarmantes não vai ainda acontecer?

Gente, venho alertando, sempre que posso, a situação está ficando fora de controle.

Para o meu controle emocional.

Para o controle de coisas inadimissíveis que estou vendo.

Estudei muito sobre II Guerra Mundial, e vejo muita coisa ser repetida atualmente no Brasil, e a população achando que é coisa normal, até dando contribuição patriótica e cívica.

Eu vejo o momento das trevas chegar, o Apocalipse chegou, a nação brasileira está a um passo do abismo.

E até quando?

O ódio ao Comunismo está impregnado na dinastia de Hitler, não esquecendo que foi o Comunismo que acabou com Hitler em 1945.

Se não fosse os Russos, jamais Hitler teria perdido a guerra.

Vamos repensar as nossas convicções, vamos colocar na balança tudo o que está acontecendo.

Aqui, o meu pessoal repúdio!!!

Mas o Ministro foi demitido, e daí?

Isso é estratégia.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247