Tuiuti, blocos e trios: um carnaval feito de alegria e luta

A Tuiutí mostrou como ocupar bem o espaço político do Carnaval e prestou um grande serviço à nação brasileira. Botou fogo no “engenho”, atualizando em verso e prosa as tramas da Casa Grande, os seus golpes e as chicotadas no lombo do povo

A Tuiutí mostrou como ocupar bem o espaço político do Carnaval e prestou um grande serviço à nação brasileira. Botou fogo no “engenho”, atualizando em verso e prosa as tramas da Casa Grande, os seus golpes e as chicotadas no lombo do povo
A Tuiutí mostrou como ocupar bem o espaço político do Carnaval e prestou um grande serviço à nação brasileira. Botou fogo no “engenho”, atualizando em verso e prosa as tramas da Casa Grande, os seus golpes e as chicotadas no lombo do povo (Foto: Benedita da Silva)

Mesmo quem não gosta de carnaval não pode ignorar que nesse ano ele se transformou numa grande manifestação popular de protesto contra o golpe.

O Fora Temer e o Volta Lula foi gritado em vários blocos por todo o país. Mas o ponto alto, que repercutiu até no exterior, foi o magnífico desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiutí. Uma Escola pequena, mas gigante na coragem de levar para a Avenida e sob os holofotes da Globo uma impactante denúncia do golpe e do cativeiro social em que vive o nosso povo, sobretudo o povo negro.

A Tuiutí mostrou como ocupar bem o espaço político do Carnaval e prestou um grande serviço à nação brasileira. Botou fogo no "engenho", atualizando em verso e prosa as tramas da Casa Grande, os seus golpes e as chicotadas no lombo do povo.

Fez uma eficiente denúncia do cativeiro social, da reforma trabalhista e do Vampirão do povo.

Não foi por acaso que ganhou todas as enquetes realizadas e nunca ficou abaixo de 80% de aprovação.

O "meio décimo" que lhe tornou vice nunca vai conseguir ofuscar a sua conquista de Campeã do Povo.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247