Um outro Brasil é possível

"O desafio imediato será o de retomar obras e investimentos públicos para atacar frontalmente o problema do desemprego, o mais intenso das últimas décadas"

www.brasil247.com - Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva posa para foto durante encontro com mulheres, em São Paulo
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva posa para foto durante encontro com mulheres, em São Paulo (Foto: REUTERS/Carla Carniel)


Por José Guimarães

O Brasil atual está afundado numa profunda crise econômica, social e ambiental, o que traz desesperança e tristeza para os brasileiros. Mas o legado dos governos do PT (2003 ao golpe de 2016) mostra que outro Brasil é possível. Tivemos a capacidade de grandes realizações que tornaram o País referência no mundo contemporâneo, até a reversão do processo por golpistas neoliberais e antinacionais. Eventual governo Lula a partir de 2023 significa fazer o Brasil reencontrar-se consigo mesmo e pavimentar um caminho que garanta esperança, paz e perspectivas para a juventude e todo o povo brasileiro.

Há pela frente a tarefa gigantesca, com o envolvimento de toda a sociedade brasileira,  de reconstruir um país dilacerado em todas as áreas. O desafio imediato será o de retomar obras e investimentos públicos para atacar frontalmente o problema do desemprego, o mais intenso e prolongado das últimas décadas. É inadiável enfrentar o problema da fome – cerca de 20 milhões de pessoas passam fome hoje no País e mais de 100 milhões estão hoje em situação de insegurança alimentar —, retomar o Bolsa Família e aumentar o valor do benefício, apoiar a agricultura familiar, que fornece a comida do dia a dia na mesa do povo brasileiro, para assegurar alimentos saudáveis e baratos para a população. É preciso recuperar a indústria  do País, colocando-a em um patamar estratégico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neocolônia - Porém, a tarefa vai mais além, pois qualquer projeto transformador da sociedade brasileira, com base nos pilares democráticos e respeito aos direitos coletivos, suscita a necessidade de rever o papel do Estado. Tivemos avanços a partir da Constituição de 1988, mas os retrocessos dos últimos seis anos, aprofundados por Bolsonaro, fizeram o Brasil retroceder em termos civilizatórios. Aniquilaram-se projetos e programas vitoriosos nas áreas educacional, social,  ambiental, científica,  tecnológica. Estraçalharam as políticas de distribuição de renda e justiça social. Os interesses nacionais foram jogados no ralo, como se o Brasil fosse neocolônia do capital estrangeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A estabilidade plena só será obtida com a adoção de modelo de desenvolvimento que tenha como mote primordial a paz interna, com justiça social,  preservação ambiental e implementação de um projeto estratégico orientado pelos interesses nacionais e populares. O Brasil, como o restante do mundo, não pode ser movido por interesses imediatistas, predadores e norteados apenas pela lógica do lucro. O capital não pode prevalecer sobre os interesses coletivos. Isso é barbárie.

Governo Lula - Um novo governo Lula significa promover a transição ecológica da economia, as reformas urbana, agrária e tributária. É inconcebível, em pleno século XXI, manter uma estrutura tributária tão cruel contra os brasileiros, num modelo que gera, de um lado, uns poucos milionários e bilionários e, do outro, uma legião de milhões de miseráveis. Num outro Brasil próspero e justo os ricos têm que pagar mais impostos, aliviando o peso da carga tributária sobre a classe média e os pobres.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É preciso reverter o processo de desmonte do Estado, torná-lo mais forte e capaz de induzir o desenvolvimento de forma sustentável e à luz de novas diretrizes que enfrentem as mudanças climáticas e preservem riquezas naturais inestimáveis, como a floresta amazônica, o cerrado e outros biomas. Reconstruir o Brasil significa fortalecer a democracia, respeitar os povos indígenas e os direitos sociais e trabalhistas e aprofundar a representatividade de nossas instituições.

Projeto nacional - O povo brasileiro precisa recuperar sua autoestima, a esperança por dias melhores, com a certeza de que teremos um projeto nacional que nunca mais vai deixar o Brasil de joelhos perante interesses estrangeiros, que a fome seja um mal expurgado de nossa realidade e que o conjunto da sociedade tenha paz e segurança para tocar e celebrar e vida. 

A retomada desses princípios resgata o espírito que norteou os constituintes de 1988 e deu ao Brasil a Constituição Cidadã, com respeito à democracia, aos direitos coletivos sociais , trabalhistas e ambientais. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O povo brasileiro, como disse o ex-presidente Lula, deve ser o foco central da reconstrução e da transformação do Brasil. Do contrário, será a repetição de mecanismos seculares de desigualdade e de submissão do País aos interesses externos. No mundo atual, é inacreditável que  ainda haja uma estrutura tão injusta em nosso país, um dos líderes mundiais de concentração de renda e de injustiça social. 

Numa sociedade em que a ganância , a intolerância e o individualismo são incrementados por neoliberais e seus mecanismos de manipulação das massas, incluindo as fake news,  é preciso lembrar as sábias palavras do papa Francisco: “Não há democracia com fome, nem desenvolvimento com pobreza, nem justiça na desigualdade”.

O povo brasileiro tem pressa para recuperar o seu futuro e construir uma nação tolerante, pacífica e com justiça social. Num passado muito recente nós fomos capazes de transformar o país, e temos plena capacidade de reconstruí-lo, com Lula. O Brasil é um país que tem jeito sim. E será Lula quem vai liderar uma ampla frente democrática e progressista para tirar o País do buraco em que foi enfiado por Bolsonaro. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email