CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Ivan Rios avatar

Ivan Rios

Sindicalista, historiador, crítico de cinema, escritor, membro do Comitê Baiano de Solidariedade ao Povo da Palestina, graduando em Direito, militante dos Movimentos de Promoção, Inclusão e Difusão Cultural no Estado da Bahia

11 artigos

blog

Uma "besta fera" que pede para ser enjaulada? Só que não!

Seus pronunciamentos representam inequivocamente um ato contínuo das ações golpistas e da tentativa de abolir o Estado Democrático de Direito

Silas Malafaia (Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A Suprema Corte do Brasil age corretamente e de forma estratégica ao dar margem para que Silas Malafaia extrapole deliberadamente os limites do tolerável, afinal de contas, o conjunto de seus pronunciamentos e ações já se caracterizam como irreversível ato de confissão golpista. Além disso, ele é peça fundamental na elucidação de todo um “modus operandi” de uma legitima associação criminosa.

Esse artigo é um breve memorial onde demonstraremos claramente como esse personagem se transformou em um dos grandes bastiões dos atos antidemocráticos no Brasil e principal incitador das massas imbecilizadas nas redes sociais, sobretudo após os atos de 08 de janeiro de 2023, na sua declarada “cruzada” contra o STF, bem como na campanha contra demais instituições republicanas legitimamente constituídas. Tudo a partir do quanto publicamente veiculado na imprensa nacional até aqui, ou seja, não há absolutamente nada de hipotético neste texto. O que aqui trazemos são fatos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Apenas para relembrar, o líder religioso Silas Malafaia, que preside a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, é reconhecido por sua defesa inabalável do Bolsonarismo e, consequentemente, por ser apoiador dos atos terroristas/golpistas que ocorreram em 08 de janeiro de 2023, o qual ardilosamente ele denomina de “pseudogolpe”, como forma negacionista de minimizar a gravidade dos crimes cometidos.

Silas Malafaia, conforme o histórico de reportagens relacionadas a ele, tem sido um proeminente arauto dessa declarada conspiração antidemocrática, que resultou diretamente nos atentados de 12 de dezembro de 2022, tentativa de atentado de 24 de dezembro de 2022, tendo o mesmo inclusive exigido publicamente postura antidemocrática por parte dos generais das Forças Armadas (https://revistaforum.com.br/politica/2023/1/10/video-apos-defender-terroristas-malafaia-diz-que-viajara-mas-no-esta-fugindo-129907.html).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Embora a assessoria jurídica desse indivíduo esteja sempre atenta na elaboração de seus discursos e vídeos fervorosos, estes frequentemente flertam com a linha tênue entre a liberdade de expressão e a delinquência. O que realmente pesa contra essa figura única do nosso cenário político é a sua notória militância contra o STF. Isso, juntamente com sua devoção na defesa íntima de figuras centrais do golpismo em nosso país, culmina em uma fusão de propósitos. Essa é a marca inquestionável que ele deixa impressa no cenário político atual.

Em uma série de vídeos, todos ainda disponíveis em seu canal no YouTube, Malafaia não hesita em tentar associar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes à criação e liderança de uma JUSTIÇA PARALELA com o objetivo de perseguir adversários políticos. Além disso, ele afirma categoricamente e de maneira enfática que o ministro do STF mantém relações questionáveis com o atual presidente Lula, com a intenção de prejudicar o Estado Democrático de Direito. Senão vejamos:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
"E ele (Alexandre de Moraes) tem conluio com o governo Lula. Alexandre de Moraes e Flávio Dino têm uma Polícia Federal paralela. E Alexandre de Moraes tem uma justiça paralela, que não tem nada a ver com a justiça brasileira" (https://youtu.be/ICMAiSeZ_fM?si=D2DpaC8gUgwXCHw2).

Em resumo, essa figura promove o radicalismo e a concepção distorcida de que estamos imersos em uma ditadura jurídico-comunista no Brasil. Por mais que essa ideia possa parecer obscura e surreal, ela ocupa um espaço considerável no imaginário político da extrema direita. Isso é particularmente verdadeiro no meio evangélico neopentecostal radicalizado, que é o seu principal reduto ideológico. Como o título deste artigo sugere, a “besta fera” que busca ser aprisionada para se tornar um mártir da extrema direita, já demonstra evidentes sinais de desgaste. A ala mais moderada do Bolsonarismo parece ter uma aversão genuína, não se sentindo confortável ou representada pelo radicalismo e fundamentalismo neopentecostal de Malafaia. (https://www.cnnbrasil.com.br/blogs/raquel-landim/politica/ataque-de-malafaia-ao-stf-incomoda-aliados-moderados-de-bolsonaro-dizem-fontes/).

Apesar das aversões e conflitos internos no campo da extrema direita, Malafaia se apresenta como um promotor ideológico convicto e corajoso perante as massas bestializadas, tornando-se assim parte de uma legítima associação golpista no Brasil. Recentemente, ele foi o principal financiador de um evento na Avenida Paulista em São Paulo, em 25 de fevereiro de 2024, com o objetivo explícito de desafiar o STF em relação às ações contra os responsáveis pelos eventos de 8 de janeiro de 2023. Assim, ele não apenas delimita seu território de liderança, mas também monta involuntariamente um “quebra-cabeças” que denuncia as figuras centrais dos atos antidemocráticos, atraindo os holofotes para si mesmo e demais a sua volta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Finalmente, com sua retórica inflamada e discurso repleto de desinformação, Malafaia tem alimentado perigosamente a tentativa de golpe contra a democracia no Brasil. Seus pronunciamentos, embora individualmente protegidos pela liberdade de expressão e opinião em nosso país, no conjunto, representam inequivocamente um ato contínuo das ações golpistas e da tentativa de abolir o Estado Democrático de Direito, por meio da propagação de notícias falsas e do discurso de ódio contra as instituições republicanas legitimamente constituídas. Ele é certamente do tipo que já está condenado (assim como o próprio Bolsonaro) e, ciente dessa realidade, tentará tumultuar o devido processo legal a todo custo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO