Uma semana após o crime, Carrefour reconhece gravidade da situação

Finalmente a rede de hipermercados Carrefour se manifestou em nota de que não vai se eximir da responsabilidade sobre o caso do cãozinho morto na unidade de Osasco, São Paulo

Uma semana após o crime, Carrefour reconhece gravidade da situação
Uma semana após o crime, Carrefour reconhece gravidade da situação (Foto: Reprodução vídeo/divulgação)

Finalmente a rede de hipermercados Carrefour se manifestou em nota de que não vai se eximir da responsabilidade sobre o caso do cãozinho morto na unidade de Osasco, São Paulo.

Na noite de terça-feira (4) em sua página do Facebook e no Stories do Instagram, a rede declarou que reconhece o problema, lamenta o acontecido, promete colaborar com as investigações e está recebendo ONGs e ativistas de defesa animal para construção de uma política pública animal.

Evento no Facebook (confirme presença)

Data: 08/12, sábado
Horário: pontualmente às 15 horas
Valor: entrada gratuita
Local: Carrefour
Endereço: Av. dos Autonomistas, 1542 – Vila Yara – Osasco-SP
Distância: calcule a distância do seu local até o evento (calcule aqui)

Confira na íntegra a nota mais recente emitida pelo Carrefour:

"O Carrefour reconhece que um grave problema ocorreu em nossa loja de Osasco. A empresa não vai se eximir da responsabilidade. Estamos tristes com a morte desse animal.

Somos os maiores interessados para que todos os fatos sejam esclarecidos. Por isso, aguardamos que as autoridades concluam rapidamente as investigações. Desde o início da apuração, o funcionário de empresa terceirizada foi afastado.

Qualquer que seja a conclusão do inquérito, estamos inteiramente comprometidos em dar uma resposta a todos.

Queremos informar também que estamos recebendo sugestões de várias entidades e ONGs ligadas à causa que vão nos auxiliar na construção de uma nova política para a proteção e defesa dos animais.

Carrefour Brasil."

 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247