Uma (tentativa de) análise do futuro governo de Bolsonaro

A incerteza virá acompanhada de nomes antigos da política brasileira; haverá conflitos diplomáticos baseados em posições ideológicas; ocorrerão mais casos de corrupção e, também, mais investigações; e, infelizmente, aumentará a violência, juntamente com a desigualdade social

Uma (tentativa de) análise do futuro governo de Bolsonaro
Uma (tentativa de) análise do futuro governo de Bolsonaro (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

No ano de 2019, Jair Bolsonaro, eleito com mais de 55 milhões de votos, tomará posse como presidente da república. É evidente que não tem como, em nenhuma área científica, fazer previsões. Entretanto, a partir das primeiras indicações para ministérios, das primeiras polêmicas e processos ocorridos em função da postura contraditória de Bolsonaro e seus aliados, pode-se fazer um diagnóstico do que, quiçá, poderá acontecer.

O primeiro caso que cabe destacar é a volatilidade nas posições de Bolsonaro. Neste sentido, para iniciar o governo transitório, Bolsonaro disse que diminuiria o número de ministérios para quinze e que estes "não serão compostos por condenados por corrupção, como foram nos últimos governos"(1). Não obstante, nenhuma das duas falas do futuro presidente se confirmaram. No caso da primeira afirmação, acredito que nem Bolsonaro saiba quantos ministérios haverão, pois, pouco tempo depois de afirmar que “não vai chegar a 20”(2), já nomeara 22 nomes(3). Sobre a segunda afirmação, nove dos indicados, pelo menos, são réus ou investigados. Vejamos, então, alguns dos nomes cotados para ocupar as pastas ministeriais: Onyx Lorenzoni, apontado para o Ministério da Casa Civil, admitiu que recebeu caixa 2 da empresa JBS(4), algo que o póstero ministro da Justiça, Sérgio Moro,  disse “ser pior que corrupção”(5); a próxima ministra da Agricultura, Tereza Cristina, é investigada por favorecimentos fiscais à JBS, quando era secretária do agronegócio em Mato Grosso do Sul(6); outro nome que consta na lista do futuro governo é o do General Augusto Heleno, condenado pelo Tribunal de Contas da União pela assinatura de contratos irregulares em valores que superam os R$20 milhões(7); podemos citar ainda, o nome da religiosa conservadora Damares Alves, que será ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos e que, além de ter visto Jesus na goiabeira(8), ajudou a criar uma ONG que está sendo investigada pelo Ministério Público(9); A lista segue, todavia para não tornar o texto longo em demasia, leiam nas referências os nomes de Luiz Henrique Mandetta(10)Marcos Pontes(11)Marcelo Álvaro Antônio(12) e, particularmente, Paulo Guedes(13), o “cérebro econômico” de Bolsonaro.

Se por um lado, quase metade do governo transitório de Bolsonaro não é nada confiável, nem novo, nem tão honesto, por outro lado, o próximo presidente, que sucederá o governo golpista de Michel Temer, já se envolveu em sérios conflitos diplomáticos. O primeiro destes, qual seja, a transferência da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém(14), causará, se de fato consolidar-se, a perda de grandes parceiros econômicos para o Brasil. Isto se deve ao fato da grande maioria dos países localizados no Oriente Médio, importadores de carne brasileira, condenarem a tentativa de Israel tornar Jerusalém sua capital. Ademais, Bolsonaro manifestou posturas hostis à China(15); conflitou com a União Europeia e Mercosul(16); fez declarações sobre a Venezuela que recebe apoio do governo Russo, forte aliado brasileiro no BRICS; ademais fez com que o governo cubano retirasse os seus médicos do território brasileiro(17).

No entanto, isso não é tudo, já que a cereja do bolo nas contradições do futuro governo anticorrupção e salvador da nação, é o envolvimento de ex-assessores da família Bolsonaro em escândalos de corrupção, em que mais de R$1,2 milhão foi movimentado em um ano, tendo sido documentado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf)(18). Valor este que é superior ao que tornou Lula condenado, leia-se preso político, no caso Tríplex.

A análise que faço, portanto, do futuro “novo” governo é esta: a incerteza virá acompanhada de nomes antigos da política brasileira; haverá conflitos diplomáticos baseados em posições ideológicas; ocorrerão mais casos de corrupção e, também, mais investigações, pois agora Bolsonaro faz parte do grupo dos “grandes políticos”; e, infelizmente, aumentará a violência, juntamente com a desigualdade social.

REFERÊNCIAS:

(1) Postado em sua conta oficial no twitter: <https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1057668726370254848>.

(2) https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/11/27/bolsonaro-recuo-numero-de-ministerios.htm

(3) https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/equipe-de-bolsonaro-entrega-22-nomes-do-grupo-de-transicao-ao-planalto.shtml

(4) https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/em-video-deputado-onyx-lorenzoni-admite-ter-recebido-dinheiro-de-caixa-2/

(5) https://oglobo.globo.com/brasil/nos-eua-moro-diz-que-caixa-2-pior-do-que-corrupcao-21183122

(6) https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Politica/noticia/2018/11/tereza-cristina-concedeu-incentivos-jbs-enquanto-mantinha-parceria-com-empresa-diz-jornal.html

(7) https://www.revistaforum.com.br/general-heleno-foi-condenado-pelo-tcu-por-contratos-irregulares-no-valor-de-r-22-milhoes/

(8) https://www.youtube.com/watch?v=mAgeb3M3H_c&t=51s

(9) https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/12/ong-de-ministra-e-acusada-de-incitar-odio-a-indigenas-e-tirar-crianca-de-mae.shtml

(10) https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/11/cotado-para-ministerio-da-saude-e-investigado-sob-suspeita-de-caixa-2-e-fraude.shtml

(11) https://theintercept.com/2018/11/06/astronauta-marcos-pontes-investigado-socio-empresa/

(12) https://www.opovo.com.br/noticias/politica/2018/12/reu-em-dois-processos-bolsonaro-tem-na-equipe-seis-investigados.html

(13) https://exame.abril.com.br/brasil/ministerio-publico-abre-nova-investigacao-sobre-paulo-guedes/

(14) https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/11/01/bolsonaro-diz-a-jornal-israelense-que-brasil-transferira-embaixada-de-tel-aviv-para-jerusalem.ghtml

(15) https://exame.abril.com.br/mundo/declaracoes-de-bolsonaro-sobre-politica-externa-preocupam-diplomatas/

(16) https://www.cartacapital.com.br/mundo/ue-e-mercosul-correm-por-acordo-antes-da-posse-de-bolsonaro/

(17) https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2018/11/15/cuba-anuncia-que-profissionais-do-mais-medicos-saem-do-brasil-ate-o-natal.htm

(18) https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2018/12/06/coaf-aponta-que-ex-motorista-de-flavio-bolsonaro-movimentou-mais-de-r-12-milhao-em-operacoes-suspeitas.ghtml

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247