VENEZUELA X BRASIL e a Democracia!

As reformas impostas pelo presidente ilegítimo Michel Temer, tem a reprovação de mais de 90% da população, assim como a sua própria aprovação popular, menor que uma margem de erro. Mesmo assim o povo não é ouvido pelos seus "representantes". O seu principal opositor, Luiz Inácio Lula da Silva pode ser impedido de disputar as próximas eleições por liderar a intenções de votos

10 05 2017 Curitiba PR Brasil o ex presidente Luiz Inacio Lula da Silva durante Ato jornada pela democracia em Curitiba Fotos Ricardo Stuckert
10 05 2017 Curitiba PR Brasil o ex presidente Luiz Inacio Lula da Silva durante Ato jornada pela democracia em Curitiba Fotos Ricardo Stuckert (Foto: Jean Volpato)

No Brasil somente 23% dos deputados foram eleitos pelo voto direto, o restante pela legenda.

O atual presidente da República, Michel Temer, acusado pela PGR de corrupção entrou no poder derrubando uma presidente eleita pelo voto direto, sob a acusação de abrir crédito para os agricultores brasileiros sem a aprovação do Congresso.

A grande maioria dos políticos foram eleitos pelo capital financeiro e não pela vontade popular.

As reformas impostas pelo presidente ilegítimo Michel Temer, tem a reprovação de mais de 90% da população, assim como a sua própria aprovação popular, menor que uma margem de erro. Mesmo assim o povo não é ouvido pelos seus "representantes".

O seu principal opositor, Luiz Inácio Lula da Silva pode ser impedido de disputar as próximas eleições por liderar a intenções de votos.

Pra grande mídia e a oligarquia Brasileira isso é DEMOCRACIA.

Na Venezuela, o país em que mais a população é ouvida por meio de referendos e eleições.

Venezuela tem um presidente eleito pelo voto popular.

Lá Assembleia Nacional é dominada pela oposição.

Recentemente o presidente eleito convocou uma nova constituinte para reescrever a constituição e dar mais poder ao povo.

Para concorrer à constituinte todos os cidadãos puderam votar e ser votados!

Após escrita a nova constituição ela ainda será submetida a aprovação popular por meio de um referendo. Em 2004 o governo Chávez foi derrotado pela população no texto da então nova constituição no referendo.

Na Venezuela ainda é possível destituir um presidente no meio do mandato dele se ele não tiver aprovação popular.

O principal opositor na Venezuela, Henrique Capriles é Governador do Estado de Miranda e está livre para concorrer a presidência da República nas próximas eleições.

Pra grande mídia e a oligarquia brasileira isso é DITADURA.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247