76,3% defendem redução nos salários de juízes, diz pesquisa

A Paraná Pesquisas, um dos mais importantes institutos do país, afirma que a maioria dos brasileiros é a favor da redução nos salários de juízes como solução para o déficit nas contas do governo federal; de acordo com as estatísticas, 76,3% dos eleitores brasileiras apoiariam o corte de privilégio de juízes para cobrir o rombo de Michel Temer; apenas 18,3% não apoiariam a medida e 5,1% não opinaram

A Paraná Pesquisas, um dos mais importantes institutos do país, afirma que a maioria dos brasileiros é a favor da redução nos salários de juízes como solução para o déficit nas contas do governo federal; de acordo com as estatísticas, 76,3% dos eleitores brasileiras apoiariam o corte de privilégio de juízes para cobrir o rombo de Michel Temer; apenas 18,3% não apoiariam a medida e 5,1% não opinaram
A Paraná Pesquisas, um dos mais importantes institutos do país, afirma que a maioria dos brasileiros é a favor da redução nos salários de juízes como solução para o déficit nas contas do governo federal; de acordo com as estatísticas, 76,3% dos eleitores brasileiras apoiariam o corte de privilégio de juízes para cobrir o rombo de Michel Temer; apenas 18,3% não apoiariam a medida e 5,1% não opinaram (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - A Paraná Pesquisas, um dos mais importantes institutos do país, afirma que a maioria dos brasileiros é a favor da redução nos salários de juízes como solução para o déficit nas contas do governo federal.

De acordo com o instituto de Murilo Hidalgo, 76,3% dos eleitores brasileiras apoiariam o corte de privilégio de juízes para cobrir o rombo de Michel Temer. Apenas 18,3% não apoiariam a medida e 5,1% não opinaram.

A sondagem foi divulgada neste domingo (14) a dez dias do julgamento do ex-presidente Lula pelo TRF-4, em Porto Alegre, num processo político visando tirar o petista da eleição deste ano.

A retirada de Lula da disputa presidencial facilitaria a vida do consórcio jurídico-midiático-financeiro e, consequentemente, a liquidação de todos os direitos dos trabalhadores — como a aposentadoria — e o aumento de privilégios para as corporações, a exemplo de juízes e membros do Ministério Público.

O levantamento da Paraná Pesquisas consistiu em 2.422 entrevistas, entre os dias 10 e 13 de dezembro de 2017, em 165 municípios distribuídos em 26 Estados e o Distrito Federal. A margem de erro é de 2%.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247