A casa caiu: advogado abandona Queiroz depois da revelação do esquema de corrupção do clã Bolsonaro

O advogado Paulo Klein, responsável pela defesa do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, e seus familiares, alegou "foro íntimo" e abandonou o caso

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado Paulo Klein, responsável pela defesa de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, e seus familiares, abandou o caso depois da revelação do esquema de corrupção do clã Bolsonaro.

À reportagem do UOL, Klein alegou "foro íntimo" para abandonar o caso e disse ter "convicção da honestidade dos — agora — ex-clientes".

A decisão foi tomada no dia seguinte à operação do Ministério Público do Rio de Janeiro, que cumpriu 24 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Queiroz, e a parentes de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, e revelou um grande esquema de 'rachadinha' no antigo gabinete de Flávio, quando era deputado estadual na Alerj.

Na mira do MP, há a apuração de desvio de dinheiro público comandado por Flávio Bolsonaro e Queiroz a partir do recolhimento de parte dos salários de funcionários fantasmas em seu gabinete. A loja de chocolates do atual senador também é alvo de investigação, por suspeita de lavagem de dinheiro, assim como o crescimento do patrimônio do parlamentar.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247