A saga dos Lewandowski: o atacante e o goleiro

Eles se parecem e têm raízes familiares comuns. Robert Lewandowski é a maior promessa do futebol europeu: fez o primeiro gol da Euro 2012 e deve se transferir para o Manchester. Aqui, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, é pressionado a colocar em jogo a bola do mensalão

A saga dos Lewandowski: o atacante e o goleiro
A saga dos Lewandowski: o atacante e o goleiro (Foto: Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Nascido no dia 21 de agosto de 1988, o jovem atacante polonês Robert Lewandowski é hoje uma das maiores promessas do futebol europeu. Jogador com raro faro de gol, ele marcou o primeiro da Euro 2012, no empate entre Polônia e Grécia. Na temporada 2006-2007, ele foi o artilheiro da terceira divisão polonesa. No ano seguinte, foi o artilheiro da segunda divisão. Logo depois, na primeira liga, voltou a se destacar, conseguiu uma vaga na seleção polonesa e também no Borussia Dortumund, um dos principais times alemães. A tendência é que, agora, ele se transfira para o Manchester United, da Inglaterra, que é uma das grandes potências do futebol europeu.

Robert Lewandowski estará novamente em ação na terça-feira, na partida contra a Rússia, que, até agora, conseguiu a melhor vitória da Euro 2012, derrotando por 4 a 1 a República Checa. Será, sem dúvida, a grande esperança de gols da seleção da Polônia, que é anfitriã do torneio, ao lado da Ucrânia.

De origem judaica, vários Lewandowski imigraram para o Brasil na primeira metade do século XX. Entre eles, os pais do ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski. A árvore genealógica é a mesma. E quem olha com cuidado encontra certos traços comuns na fisionomia do ministro do STF e do jogador da Polônia.

As semelhanças, no entanto, param por aí. Robert joga no ataque. Ricardo, na defesa. E vem sendo pressionado a recolocar em jogo a bola do mensalão, desde que, na semana passada, seus colegas de STF marcaram a data, sem a sua presença, do início do “julgamento do século” – ele começa, a princípio, em 1º de agosto.

Isso só ocorrerá, no entanto, se Ricardo Lewandowski, ministro revisor, entregar seu voto sobre o relatório do ministro Joaquim Barbosa. A bola está com ele. E a pressão da torcida para que ele a recoloque em jogo é imensa.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247