Adesão da CUT pode ser fogo amigo, diz Lula

Ex-presidente manda recado à maior central sindical ao dizer a petistas que não entende a adesão do movimento nas paralisações de servidores federais em tempo de julgamento da Ação Penal 470, o 'mensalão', e às vésperas das eleições; intenção seria prejudicar o PT?

Adesão da CUT pode ser fogo amigo, diz Lula
Adesão da CUT pode ser fogo amigo, diz Lula (Foto: Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Depois de ser procurado por sindicalistas e pela presidente Dilma Rousseff para tentar apaziguar a greve dos servidores federais, que já atinge 26 categorias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não entende a adesão da Central Única dos Trabalhadores (CUT) às paralisações em tempo de julgamento da Ação Penal 470, o chamado 'mensalão', e às vésperas das eleições de outubro. A informação foi publicada no blog Poder Online, do portal iG.

A reação de Lula, demonstrada a membros da cúpula do partido, é um recado à CUT, que tem sido criticada por Dilma devido às paralisações. Segundo o ex-presidente, a impressão que se tem é de que há fogo amigo torcendo pela derrocada do PT. A resposta da central sindical é que, se ela não aderisse ao movimento grevista, a Força Sindical tomaria a dianteira.

Na última segunda-feira, durante encontro em São Paulo, Dilma apontou a Lula "irresponsaiblidades" por parte das centrais sindicais e afirmou que estava sendo obrigada a "endurecer" diante das exigências de reajustes salariais. Os sindicalistas também foram atrás do ex-presidente, mas para pedir que o petista tente amolecer o coração de sua sucessora.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email