HOME > Brasil

Advogado de Lula nega ser dono de apartamento

O advogado do ex-presidente Lula, Roberto Teixeira, emitiu nota de esclarecimento nesta segunda-feira (7) para negar que seja o proprietário do apartamento 121 do edifício Green Hill, vizinho ao imóvel onde Lula reside; reportagem do Estadão afirmou que o imóvel vizinho ao de Lula foi comprado por um primo do empresário José Carlos Bumlai, intermediado pelo advogado Roberto Teixeira; "Esses fatos vieram a tona em virtude do reprovável vazamento da Declaração de Imposto de Renda do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde constam expressamente os pagamentos feitos ao Sr. Glaucos da Costamarques", disse na nota

O advogado do ex-presidente Lula, Roberto Teixeira, emitiu nota de esclarecimento nesta segunda-feira (7) para negar que seja o proprietário do apartamento 121 do edifício Green Hill, vizinho ao imóvel onde Lula reside; reportagem do Estadão afirmou que o imóvel vizinho ao de Lula foi comprado por um primo do empresário José Carlos Bumlai, intermediado pelo advogado Roberto Teixeira; "Esses fatos vieram a tona em virtude do reprovável vazamento da Declaração de Imposto de Renda do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde constam expressamente os pagamentos feitos ao Sr. Glaucos da Costamarques", disse na nota (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O advogado do ex-presidente Lula, Roberto Teixeira, emitiu nota de esclarecimento nesta segunda-feira (7) para negar que seja o proprietário do apartamento 121 do edifício Green Hill, vizinho ao imóvel onde Lula reside.

Reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo” desta segunda (7) afirmou que o imóvel vizinho do de Lula, em São Bernardo do Campo, no ABC, foi comprado por Glaucos da Costamarques, primo do empresário José Carlos Bumlai. De acordo com o jornal, quem intermediou a compra do apartamento por Costamarques foi o advogado Roberto Teixeira, que é padrinho de Luís Claudio.

Abaixo a nota de esclarecimento do advogado:

Diante de informações inverídicas em circulação na imprensa a respeito do apartamento 121 do Edifício Green Hill, em São Bernardo do Campo (SP), esclareço o que segue:

1 – Não sou proprietário de nenhum apartamento no Edifício Green Hill;

2 – O apartamento 121 do Edifício Green Hill era locado pela Presidência da República/Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para servir de apoio ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva;

3 - Em 08 de março de 2010, falecido o proprietário, os herdeiros do imóvel notificaram o GSI, com base no art. 27, da Lei de Locações, informando a sua intenção de venda, já indicando o valor sugerido;

4 – Como advogado especialista em Direito Imobiliário e conhecedor dessa intenção de venda, indiquei o referido imóvel ao Sr. Glaucos da Costamarques, que concretizou a compra mediante escritura de cessão de direitos hereditários. O processo judicial correspondente (inventário) ainda aguarda finalização;

5 – Em 31/01/2011, o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou a ser o locatário do imóvel, pagando aluguel ao novo proprietário ao valor de mercado;

6 – Esses fatos vieram a tona em virtude do reprovável vazamento da Declaração de Imposto de Renda do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde constam expressamente os pagamentos feitos ao Sr. Glaucos da Costamarques;

Como visto, uma vez mais deturpam a realidade dos fatos, utilizando-se do vazamento de um documento dotado de sigilo legal, como é o caso da Declaração de Imposto de Renda, para atacar a minha atuação enquanto advogado.

Roberto Teixeira

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: