AGU quer R$ 500 mi do fundo da Lava Jato no combate a queimadas na Amazônia

O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, defendeu que um mínimo de R$ 500 milhões do fundo bilionário da Operação Lava Jato sejam destinados ao combate às queimadas na Amazônia. A manifestação foi entregue ao Supremo Tribunal Federal após a procuradora-geral, Raquel Dodge, requerer que R$ 1,2 bilhão sejam destinados a esta finalidade

247 - O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, defendeu que um mínimo de R$ 500 milhões do fundo bilionário da Operação Lava Jato sejam destinados ao combate às queimadas na Amazônia. A manifestação foi entregue ao Supremo Tribunal Federal após a procuradora-geral, Raquel Dodge, requerer que R$ 1,2 bilhão sejam destinados a esta finalidade. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) havia alertado que a devastação em junho cresceu 88% e em julho 278% na comparação com iguais períodos de 2018. O problema ganhou repercussão global com ameaça de boicote a produtos brasileiros.

A AGU também pediu que R$ 1,5 bilhão sejam destinados ao pagamento de despesas discricionárias relacionadas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), R$ 250 milhões ao Programa Criança Feliz e R$ 250 milhões à área de desenvolvimento da Ciência e Tecnologia no Brasil.

Mendonça afirma ao Supremo que, assim, "considerando a busca de harmonização entre o interesse das crianças brasileiras e sem prejudicar a efetividade das medidas buscadas no sentido de se preservar a Floresta Amazônica, patrimônio de todos os brasileiros, a União propõe a destinação inicial do valor de R$ 500 milhões para esta finalidade". Os relatos foram publicados no Blog do Fausto Macedo

"Esta solução permitirá conciliar o atendimento integral desses dois interesses. Justifico. De um lado, os valores destinados às crianças e à educação infantil não se sujeitarão aos limites do contingenciamento e do teto dos gastos. De outro, garante-se um mínimo de R$ 500 milhões para a defesa da Floresta Amazônica e, em havendo necessidade, haverá mecanismos legais disponíveis para se buscar um incremento dos valores para esta finalidade específica", escreve.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247