Ala militar dá aval a Bolsonaro para demitir Mandetta ainda nesta semana

A ala militar, que segurou Mandetta no Ministério da Saúde, já reconhece a incompatibilidade com Jair Bolsonaro e teria batido o martelo definindo a demissão do ministro ainda nesta semana

Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta
Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A crise entre Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta parece estar perto do fim com a demissão do ministro. De acordo com reportagem da coluna Radar, da revista Veja, a ala militar, que segurou Mandetta no cargo, já reconhece a incompatibilidade dos dois e teria batido o martelo definindo a demissão do ministro ainda nesta semana.

"A exoneração deve ser anunciada entre esta quarta e a próxima sexta-feira. Em sigilo, o próprio Mandetta e seu time já esperam pelo fim. Seguem trabalhando formalmente, mas já sentindo o cheiro de queimado", destaca a reportagem. que apesar de afirmar categoricamente que a decisão já foi tomada e será encaminhada, diz no rodapé que "Bolsonaro, no entanto, é sempre imprevisível".

Bolsonaro já está avaliando três nomes para substituir o ministro: Osmar Terra, que tem apoio dos filhos de Bolsonaro; o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo; e Claudio Lottenberg, presidente do Conselho do Hospital Albert Einstein.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247