Ala militar do governo considera que Moro foi traiçoeiro

Divulgação de mensagens trocadas por Sergio Moro com Jair Bolsonaro e a deputada bolsonarista Carla Zambelli foi a gota d´água da mudança de posição de ministros militares sobre Sergio Moro

Ex-juiz Sergio Moro durante anúncio do pedido demissão do cargo de ministro da Justiça 24/04/2020
Ex-juiz Sergio Moro durante anúncio do pedido demissão do cargo de ministro da Justiça 24/04/2020 (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Mônica Bergamo informa em sua coluna na Folha de S.Paulo que o discurso de militares do governo de Jair Bolsonaro sobre Sergio Moro deu uma guinada no fim de semana. 

A ala militar se considerava perplexa e chateada no dia da demissão do ex-juiz da Lava Jato, mas muitos dos ministros fardados agora dizem que Moro os decepcionou. 

Os militares do Palácio do Planalto consideram como gesto traiçoeiro a divulgação pelo ex-ministro da Justiça de mensagens privadas trocadas por ele com Bolsonaro e com a deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

Esses militares se mostram inconformados com o fato de que Moro tenha saído disparando contra o governo.

A coluna acrescenta que alguns militares lembram que Bolsonaro já queria se livrar de Moro no ano passado, e que foi contido por eles —para agora virar os canhões contra o presidente.
 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247