HOME > Brasil

Alckmin está em limbo jurídico após indefinição da PGR

Único governador acusado por delatores do grupo Odebrecht que não teve sua situação jurídica definida na gestão de Rodrigo Janot, o tucano Geraldo Alckmin está em uma espécie de limbo jurídico; equipe de Janot deixou a questão em aberto: não pediu abertura de inquérito, nem solicitou arquivamento por falta de evidências; a indefinição da PGR acaba por beneficiá-lo politicamente, ao menos por enquanto, já que Alckmin não é alvo de qualquer procedimento criminal - decorrente da Lava-Jato ou de outra investigação - que possa vir a implicá-lo como ficha-suja no futuro próximo

Geraldo Alckmin (Foto: Giuliana Miranda)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

SP 247 - O tucano Geraldo Alckmin (SP) é o único governador acusado por delatores do grupo Odebrecht que não teve sua situação jurídica definida na gestão de Rodrigo Janot, antes do agora ex-procurador-geral encerrar seu mandato e passar o bastão para Raquel Dodge, que assumiu anteontem o cargo. A equipe de Janot deixou a questão em aberto: não pediu abertura de inquérito, nem solicitou arquivamento por falta de evidências.

Governadores têm privilégio de foro e só podem ser investigados ou processados criminalmente com autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O responsável pelo assunto na PGR era José Bonifácio Andrada, que atuava na corte especial do STJ durante o mandato de Janot, agora substituído por Luciano Mariz Maia, novo vice-procurador-geral.

A indefinição da PGR em requerer ou não pedido para investigar o tucano acaba por beneficiá-lo politicamente, ao menos por enquanto, já que Alckmin não é alvo de qualquer procedimento criminal - decorrente da Lava-Jato ou de outra investigação - que possa vir a implicá-lo como ficha-suja no futuro próximo. O prazo do registro de candidatura para a eleição presidencial se esgota em agosto do ano que vem.

Oficialmente, não há razão para que a PGR custe tanto a decidir sobre como proceder no caso de Alckmin. 

As informações são de reportagem de André Guilherme Vieira e Luísa Martins no Valor.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: