Alcolumbre marca sabatina de André Mendonça, indicado por Bolsonaro para o STF

Presidente da CCJ, Davi Alcolumbre, disse que sabatina do ex-ministro André Mendonça será realizada na próxima semana

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - O  presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), marcou para a próxima semana a sabatina do ex-ministro André Mendonça, indicado por Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a Folha de S. Paulo, será montado um calendário até o início da próxima semana, “para que todos os nomes pendentes de análise na CCJ sejam efetivamente sabatinados”. A sabatina de Mendonça, considerado "terrivelmente evangélico" por Bolsonaro, vem sendo adiada há quatro meses.

"Vou fazer a leitura de todas as mensagens [presidenciais] que estão aqui. Vou seguir integralmente a decisão do presidente [do Senado] Rodrigo Pacheco de, no esforço concentrado, com o quórum adequado, fazermos as sabatinas de todas as autoridades que estão indicadas na comissão", disse Alcolumbre.

Ainda segundo ele, já foram recebidos sete pedidos de senadores interessados em assumir a relatoria da indicação de André Mendonça. Apesar da declaração de Alcolumbre, muitos  parlamentares temem que  a sabatina de Mendonça “fique para quinta-feira (2), o último dia do esforço concentrado, correndo o risco de ser adiada, caso as anteriores se prolonguem”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email