Álvaro Dias defende plebiscitos e referendos

O candidato Alvaro Dias (Podemos) defendeu o modelo de democracia direta baseado em referendos populares e plebiscitos o que diz respeito a definição de determinados temas; ele diz: "acho que é um aprimoramento do sistema democrático que não pode ser desperdiçado”, disse ele; Dias destacou que, como também tem cidadania italiana, vota com frequência sobre questões daquele país e que a prática é democrática e produtiva

Álvaro Dias defende plebiscitos e referendos
Álvaro Dias defende plebiscitos e referendos (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

247 - O candidato Alvaro Dias (Podemos) defendeu o modelo de democracia direta baseado em referendos populares e plebiscitos o que diz respeito a definição de determinados temas. Ele diz: "acho que é um aprimoramento do sistema democrático que não pode ser desperdiçado”, disse ele. Dias destacou que, como também tem cidadania italiana, vota com frequência sobre questões daquele país e que a prática é democrática e produtiva.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo relata o conjunto de afirmações de Dias: "[Ele] reafirmou a meta de criar 10 milhões de empregos em quatro anos, propôs a venda de subsidiárias da Petrobrás e afirmou que o País deveria se recusar a fazer negócios com “ditaduras sanguinárias”, citando como exemplo a Venezuela."

Segundo a matéria, Dias também "afirmou que pretende romper com o atual modelo de 'toma lá, dá cá' entre Executivo e Legislativo. Nesse contexto, Dias disse defende o modelo de democracia direta baseado em referendos populares e plebiscitos. 'Sou também cidadão italiano e voto sempre em plebiscitos da Itália, por meio de envelopes. Os Estados Unidos também realizam sempre. Acho que é um aprimoramento do sistema democrático que não pode ser desperdiçado', disse ele. O instrumento, acrescentou, poderia ser utilizado para consultar a população diante de uma proposta de reforma constitucional. 'Daria maior legitimidade à proposta de refundação da República.' Dias citou, especificamente, a discussão sobre o aborto." 

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247