Amazonas: com poucos leitos e população furando a quarentena, sistema hospitalar poderá saturar

Com 95% dos leitos ocupados, o Amazonas tenta evitar um colapso precoce, mas nas ruas da capital ainda se vê a população “furando” a determinação de isolamento social.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Um dia depois de o governo estadual anunciar que 95% dos leitos disponíveis nos quatro principais hospitais públicos de Manaus já estão ocupados, mesmo bem antes do pico previsto de disseminação do coronavírus, o Amazonas tenta evitar um colapso precoce, mas nas ruas da capital ainda se vê a população “furando” a determinação de isolamento social. 

O secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, afirmou nesta terça-feira em reportagem do jornal o Globo que “teme pelo pior” e, segundo fontes do governo, pode deixar o cargo ainda nesta quarta-feira. O Ministério da Saúde trata o estado como um dos casos mais preocupantes do país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email