À beira do colapso, Amazonas deve ser o primeiro estado a decretar confinamento obrigatório ('lockdown')

O governador do Amazonas, Wilson Lima, pode decretar o confinamento obrigatório ("lockdown") no Estado a qualquer momento. O Amazonas está em quarto lugar no ranking brasileiro do coronavírus, apesar de ser o 13º Estado em população. São 1.275 casos confirmados; 90% dos leitos hospitalares estão ocupados com doentes de coronavírus

Familiares e amigos de idosa morta por coronavírus se lamentam em cemitério de Manaus (AM) 
04/04/2020
REUTERS/Bruno Kelly
Familiares e amigos de idosa morta por coronavírus se lamentam em cemitério de Manaus (AM) 04/04/2020 REUTERS/Bruno Kelly (Foto: BRUNO KELLY)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar de ser apenas a 13ª unidade da federação em população, o Amazonas está em quarto lugar no ranking de Estados com mais casos da Covid-19.  A situação é dramática e beira o colapso. “90% dos leitos estão com pacientes de Covid-19. É uma corrida contra o tempo”, diz o  governador Wilson Lima (PSC) em entrevista ao El País Brasil.

Com o aumento repentino de casos (já são 1.275 contaminações e 71 mortes),  o governador Wilson Lima (PSC) pode decretar o confinamento obrigatório a qualquer momento: “Estamos avaliando os números e, se a gente continuar numa evolução significativa, não vamos ter outra alternativa a não ser colocar todo mundo em quarentena, a aumentar as medidas restritivas”.

Tido como um aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na região Norte, Lima já bateu de frente com o mandatário em duas ocasiões: no período dos incêndios florestais e agora, quando diz que prefere seguir as orientações do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, do que a do presidente, um defensor do fim das medidas de isolamento. “Sigo o Ministério da Saúde, sob orientação dos nossos técnicos. Vou prezar por aquilo que a ciência tem nos mostrado até agora”, declarou ele na entrevista ao jornalista Afonso Benites. 

Para auxiliar os doentes nos hospitais, o governo amazonense firmou parceria com uma montadora de motos para produzir respiradores artificiais e abastecer hospitais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247