Ameaça de bomba em avião da TAM

Passageiros esperaram quase sete horas em aeroporto do Rio de Janeiro enquanto ces farejados vasculhavam a aeronave. Voo com destino a Frankfurt foi liberado em seguida

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Quase sete horas após uma ameaça de bomba, o voo 8102 da TAM, com destino a Frankfurt, foi liberado para decolar nesta terça-feira do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Ele estava programado para voar às 21h de ontem.

De acordo com a assessoria da TAM, policiais federais foram acionados para inspecionar a aeronave e as bagagens quando um dos passageiros disse que havia uma bomba a bordo. O suspeito foi detido pela Polícia Federal e todos as pessoas foram retiradas da aeronave. Entre tripulação e passageiros, o avião teria cerca de 200 ocupantes, sendo alguns deles atletas que participaram dos Jogos Mundiais Militares no Rio. Além da Policia Federal, homens do Esquadrão Antibombas também foram chamados. Cães farejadores auxiliaram as buscas.

A companhia aérea divulgou uma nota sobre o assunto por volta de 3h30:

"A TAM informa que os passageiros do voo 8102 (Rio de Janeiro-Galeão/Frankfurt), com previsão de decolagem para ontem, 25, às 21h, precisaram ser desembarcados após uma ameaça de bomba, feita por um passageiro, detido pela Policia Federal. Como estabelece o procedimento para estes casos, a aeronave e as bagagens foram inspecionadas por policiais e o voo foi liberado, com previsão de decolagem para as 4h. Os passageiros receberam toda a assistência da companhia.‬‪"

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email