André Barros: a esquerda é muito careta no Brasil

Advogado e organizador da Marcha da Maconha, André Barros criticou a esquerda por segundo ele temer o debate sobre a descriminalização da maconha em razão de perder votos. “A esquerda tem que entender que o debate da maconha é um debate de soberania nacional, inclusive está entre os objetivos fundamentais da República”. Assista na TV 247

www.brasil247.com - André Barros
André Barros (Foto: Reprodução)


247 - O advogado e organizador da Marcha da Maconha André Barros conversou com a TV 247 sobre a descriminalização da maconha e criticou a esquerda por não enfrentar de peito aberto o debate pela liberação da substância em razão de poder perder votos por conta disso.

Enaltecendo os benefícios econômicos do mercado da planta, que emprega milhares mundo afora, Barros afirmou que a legalização da maconha é uma questão de soberania nacional, já que tem o potencial de colocar o Brasil como protagonista do capitalismo internacional por meio da plantação, produção e comercialização da substância.

“A esquerda precisa entender que a legalização da maconha está dentro do debate da posição do Brasil no capitalismo internacional. O que é o Brasil? É um exportador de grãos. O grande exemplo é a Vale. O Brasil exporta minério, e aí ficam os resíduos tóxicos aqui para a gente morrer asfixiado e acabarem com nossos rios, e depois nós importamos as placas de aço. Então o Brasil, no capitalismo internacional, é periférico. Só que em relação a maconha, o pacto colonial é ao contrário porque nessa questão o mais importante é o ouro verde, que é a maconha”, analisou o advogado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Então está todo mundo de olho em plantar. Aí eles proíbem a gente de plantar maconha no Brasil e permitem a importação. A esquerda tem que entender que o debate da maconha é um debate de soberania nacional, inclusive está entre os objetivos fundamentais da República. A esquerda tem que deixar de ser careta”, completou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email