Anvisa retoma análise da Coronavac e, sob pressão, pode autorizar retorno dos testes

A Anvisa retoma nesta quarta-feira análise do caso da Coronavac. Depois da pressão de políticos, do Supremo Tribunal Federal, da sociedade, do Comitê Internacional Independente e da Comissão Nacional de Ética e Pesquisa, a agência deve aprovar o reinício dos dos testes

Anvisa e CoronaVac
Anvisa e CoronaVac (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após pressão de políticos, do Supremo Tribunal Federal (STF), da sociedade, do Comitê Internacional Independente e da Comissão Nacional de Ética e Pesquisa (Conep), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve autprizar a retomada dos testes do imunizante Coronavac, do laboratório chinês Sinovac Biotech, nesta quarta-feira (11). A liberação ainda exige a aprovação em votação que acontece com 18 servidores do quadro técnico da agência. A reportagem é da emissora CNN. 

O quadro técnico da Anvisa permaneceu unido até o fim da terça-feira (10) para analisar a documentação que foi entregue pelo governo de São Paulo sobre o “evento adverso grave”, com expectativa de uma resposta rápida. No entanto, a decisão foi adiada para esta quarta-feira, acrescenta a reportagem. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247