Após anunciar rompimento, Caiado volta a bajular Bolsonaro em inauguração de hospital

Ronaldo Caiado (DEM) parece ter desistido do rompimento com Jair Bolsonaro. O ocupante do Planalto, a convite de Caiado, estará presente na inauguração tardia, nesta sexta-feira (5) do Hospital de Campanha de Águas Lindas

(Foto: JÚNIOR GUIMARÃES/ ASSESSORIA CAIADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador Ronaldo Caiado (DEM) parece ter desistido do rompimento com Jair Bolsonaro. O ocupante do Planalto, a convite de Caiado, estará presente na inauguração tardia, nesta sexta-feira (5) do Hospital de Campanha de Águas Lindas, que deveria estar em funcionamento há pelo menos um mês e só agora finalmente vai atender pacientes de covid-19. 

Partiu de Caiado a iniciativa de chamar Bolsonaro para a inauguração desta sexta. No início da crise do coronavírus, Caiado fez um pronunciamento duro contra Bolsonaro e disse que a partir de então só se comunicaria com o presidente por meio de documentos oficiais. Caiado reforçou que em Goiás valeria o decreto estadual, que na época impunha fortes medidas de isolamento social, ao contrário do que sempre pregou Bolsonaro.

O posicionamento contrário de Caiado durou pouco, ao que parece. O governador também está calado quanto aos arroubos fascistas e autoritários de Bolsonaro e auxiliares. Todos os acontecimentos recentes não foram capazes de sensibilizar a veia democrática de Caiado, que, inclusive, repetiu em suas redes sociais o famigerado desafio do leite, amplamente divulgado por Bolsonaro e assessores e que foi associado a um costume de grupos neonazistas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247