Após caso Queiroz, Coaf produz número recorde de relatórios de inteligência

Entre janeiro e junho deste ano foram produzidos 5.840 documentos, o maior resultado para o período

Moedas de 1 real
Moedas de 1 real (Foto: REUTERS/Bruno Domingos)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após ter suas atividades praticamente paralisadas em meio as investigações envolvendo uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão por Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) registrou um número recorde na produção de relatórios de inteligência ao longo do primeiro semestre deste exercício. Segundo reportagem da coluna Painel, da Folha de S. Paulo,  foram 5.840 relatórios entre janeiro e junho, o maior resultado para o período. 

Ainda segundo a reportagem, o número de integrantes do Coaf passou de 35 para 72 funcionários e a equipe agora conta com 87 integrantes. A baixa produtividade  do ano passado foi atribuída a decisões d STF e mudanças na estrutura que acabaram prejudicando o desempenho do órgão.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email