Após decisão do STF, 32 sentenças da Lava Jato podem ser anuladas

Segundo levantamento da própria força-tarefa da operação, as sentenças que podem ser anuladas envolvem 143 dentre 162 réus condenados pela Lava Jato, inclusive o ex-presidente Lula

(Foto: Foto: Reprodução)

247 - A decisão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a ordem de alegações finais de réus em ações penais, poderão ser anuladas 32 sentenças, envolvendo 143 dentre 162 réus condenados pela operação Lava Jato. O levantamento foi feito pela força-tarefa da operação.

A partir do novo entendimento, o ministro Edson Fachin determinou que seja reaberto o prazo para as alegações finais da ação penal do Instituto Lula que envolve o ex-presidente Lula (PT), que estava pronto para sentença.

Na decisão, Fachin fala que é preciso aguardar definição do plenário do STF sobre a controvérsia envolvendo o momento de manifestação final dos réus delatores e os demais corréus.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247