Após decreto de greve, USP tem dia normal

Funcionrios da reitoria voltaram a trabalhar hoje e poucas aulas foram suspensas; greve tem maior adeso dos alunos de cincias humanas; alunos de Economia e Engenharia posicionaram-se contra a paralisao

Após decreto de greve, USP tem dia normal
Após decreto de greve, USP tem dia normal (Foto: Nelson Antoine/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com informações da Agência Estado - Funcionários da reitoria da Universidade de São Paulo voltam ao trabalho nesta quinta-feira, dois dias após a reintegração de posse que retirou alunos que ocupavam o prédio desde a madrugada da quarta-feira 2. Eles protestam contra a presença da PM no campus.

Os alunos realizaram assembleia na noite de ontem, um dia após decretarem greve estudantil, recebida com maior adesão pela História e Geografia, a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). No entanto, apenas algumas aulas foram suspensas e o dia de ontem foi normal em outras grandes unidades. O Centro Acadêmico da FEA e o Centro de Engenharia Elétrica divulgaram notas posicionando-se contra a paralisação.

Nesta quinta-feira, a equipe de Força Tática da Polícia Militar (PM) faz segurança nos arredores da reitoria da USP.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email