Após fala de Bolsonaro, Marco Aurélio diz que estados e municípios têm autonomia para decidir sobre uso de máscara

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda disse que a orientação de Jair Bolsonaro contra uso de máscaras "não é salutar", porque "o exemplo vem de cima"

Ministro Marco Aurélio durante sessão extraordinária do STF. (04/03/2020)
Ministro Marco Aurélio durante sessão extraordinária do STF. (04/03/2020) (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), questionado por declaração de Jair Bolsonaro nesta quinta-feira, 10, afirmou que estados e municípios têm autonomia para decidir sobre as regras para uso de máscaras, além das demais medidas de combate à pandemia da Covid-19.

Bolsonaro afirmou que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deve publicar um parecer para desobrigar o uso de máscara para pessoas que já foram vacinadas ou que tenham contraído a doença.

"O que se deve preconizar é a cautela. Não entro no mérito da orientação do Executivo. Apenas digo que estados e municípios continuam com essa atribuição de cuidar da saúde", afirmou Marco Aurélio.

O ministro ainda disse que a orientação de Bolsonaro "não é salutar", porque "o exemplo vem de cima".

 Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email