Após pressão bolsonarista, Moro recua e retira nomeação de Ilona Szabó

Ministro da Justiça pede "escusas" a Ilona Szabó e explica que a indicação de seu nome para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária teve "repercussão negativa entre certos segmentos"; quando a ativista foi anunciada, nesta semana, o exército pró-Bolsonaro na internet fez campanha para que ela não integrasse o governo; a 'desnomeação' é uma derrota para Moro, que recuou após a pressão

Após pressão bolsonarista, Moro recua e retira nomeação de Ilona Szabó
Após pressão bolsonarista, Moro recua e retira nomeação de Ilona Szabó

247 - O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, divulgou uma nota retirando a nomeação de Ilona Szabó para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. No comunicado, ele pede "escusas" à ativista e explica que a indicação teve "repercussão negativa entre certos segmentos".

Quando o nome de Ilana Szabó foi anunciado, nesta semana, o exército pró-Bolsonaro na internet fez campanha para que ela não integrasse o governo. A desnomeação, portanto, é uma derrota para Moro, que recuou após a pressão.

Ilona Szabó de Carvalho é cientista política especialista em segurança pública e política de drogas e conhecida por uma linha mais liberal no tema da segurança, como contra o armamento e a favor da descriminalização das drogas. Ela já criticou o pacote 'anticrime' apresentado por Moro e propostas do governo Bolsonaro. Leia a nota:

O Ministério da Justiça e Segurança Pública nomeou Ilona Szabó, do Instituto Igarapé, como um dos vinte e seis componentes do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), órgão consultivo do Ministério. A escolha foi motivada pelos relevantes conhecimentos da nomeada na área de segurança pública e igualmente pela notoriedade e qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Igarapé. Diante da repercussão negativa entre certos segmentos, optou-se por revogar a nomeação, o que foi previamente comunicado à nomeada e a quem o Ministério respeitosamente apresenta escusas.
Clique aqui e veja mais informações sobre o CNPCP.

Assessoria de Comunicação do Ministério da Justiça e Segurança Pública

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247