Após pressão de Carluxo, Banco do Brasil recua e volta a anunciar em site de fakenews

Após reclamação de do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, o Banco do Brasil voltou atrás e restabeleceu a publicidade em site acusado de propagar fake news. Carluxo havia dito que se tratava de censura contra "mídia alternativa"

(Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após os protestos de Carluxo, o Banco do Brasil desistiu de retirar sua propaganda  em um site acusado de divulgar fake news em favor do governo Bolsonaro. O Banco do Brasil informou que restabeleceu a verba.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “a área técnica, da qual faz parte o filho do general Mourão, Antônio Mourão, considerou excessivo o veto ao site por produção de conteúdo falso.”

A matéria ainda informa que “o presidente do banco, Rubem Novaes, defendeu o desbloqueio.”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247