Após ser acusado de terrorismo na Ucrânia, brasileiro é preso em SP com drogas e munição

Um mês após chegar da Ucrânia onde ficou preso por terrorismo, brasileiro é encontrado com grande quantidade de drogas e munição em apartamento em Presidente Prudente, Oeste paulista

Rafael Marques Lusvarghi
Rafael Marques Lusvarghi (Foto: Arquivo pessoal)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247-  O brasileiro Rafael Marques Lusvarghi, de 36 anos, foi preso na madrugada deste sábado (08) com  25 quilos de maconha, uma porção de substância similar à cocaína,  350 munições de calibre 9 mm, balança de precisão, passaportes e dinheiro, no apartamento em que mora na cidade de Presidente Prudente,no interior de São Paulo. Lusvarghi contou à polícia que voltou da Ucrânia há um mês à procura de emprego e que lhe foi oferecido o valor de R$ 3.000 por mês para guardar as drogas e a munição.

Lusvarghi é um conhecido da mídia por diversos protestos, o que ganhou mais repercussão foi em 2014, quando foi detido no protesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo. Ficou preso por 45 dias, mas a Justiça de São Paulo o absolveu das acusações.

Ele ficou preso em Kiev, na Ucrânia, condenado por terrorismo. Em 2016 foi preso no aeroporto pelo serviço secreto. Sua defesa  alegou irregularidades no processo e julgamento e sentença  foram anuladas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email