Após ser criticado por Gilmar Mendes, Bretas autoriza devolução de R$ 120 milhões à União

O dinheiro recuperado na Lava Jato do Rio será depositado numa conta da Caixa Econômica Federal

www.brasil247.com - Juiz Marcelo Bretas
Juiz Marcelo Bretas (Foto: ABR)


247 - O juiz da Lava Jato do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, autorizou a devolução à União de R$ 120 milhões “recuperados” pela operação. O dinheiro recuperado na Lava Jato do Rio será depositado numa conta da Caixa Econômica Federal.

Mais cedo, na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes votou para tirar de Bretas a Operação E$quema S, na qual o juiz mandou bloquear R$ 784 milhões de advogados que teriam recebido.

Mendes votou nesta terça-feira, 27, para declarar a incompetência da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que tem o juiz Marcelo Bretas como titular, para conduzir processo envolvendo a Fecomercio do Rio de Janeiro.

Na volta do intervalo, o ministro Kássio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro, pediu vista.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email