Aposentados vão pagar deputados: este é o novo normal de Temer, diz Kotscho

O jornalista Ricardo Kotscho critica em seu blog "a nova operação tabajara do desgoverno de Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência", cuja previsão de votação é em fevereiro próximo; "Nos cálculos do governo, os R$ 10 bilhões destinados esta semana à compra da base aliada para conseguir os 308 votos necessários à aprovação da patranha serão economizados já em 2018 com o corte dos benefícios hoje pagos aos próprios aposentados", alerta Kotscho

O jornalista Ricardo Kotscho critica em seu blog "a nova operação tabajara do desgoverno de Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência", cuja previsão de votação é em fevereiro próximo; "Nos cálculos do governo, os R$ 10 bilhões destinados esta semana à compra da base aliada para conseguir os 308 votos necessários à aprovação da patranha serão economizados já em 2018 com o corte dos benefícios hoje pagos aos próprios aposentados", alerta Kotscho
O jornalista Ricardo Kotscho critica em seu blog "a nova operação tabajara do desgoverno de Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência", cuja previsão de votação é em fevereiro próximo; "Nos cálculos do governo, os R$ 10 bilhões destinados esta semana à compra da base aliada para conseguir os 308 votos necessários à aprovação da patranha serão economizados já em 2018 com o corte dos benefícios hoje pagos aos próprios aposentados", alerta Kotscho (Foto: Romulo Faro)

247 - O jornalista Ricardo Kotscho critica em seu blog "a nova operação tabajara do desgoverno de Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência", cuja previsão de votação é em fevereiro próximo. 

"Nos cálculos do governo, os R$ 10 bilhões destinados esta semana à compra da base aliada para conseguir os 308 votos necessários à aprovação da patranha serão economizados já em 2018 com o corte dos benefícios hoje pagos aos próprios aposentados"

"Ou seja, quem vai pagar a conta é quem sofrerá os prejuízos da "nova Previdência" apresentada em farta e milionária propaganda na televisão como única forma de garantir o pagamento dos benefícios no futuro", completa Kotscho.

Leia mais no Balaio do Kotscho.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247