Aras diz que pode ir à Justiça se Bolsonaro baixar decretos contra isolamento social

O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, diz que poderá recorrer na Justiça de eventuais decisões de Jair Bolsonaro contra orientações técnicas sobre isolamento social. Bolsonaro ameaça baixar um decreto revogando decisões de prefeitos e governadores

Augusto Aras
Augusto Aras (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, tem sido cobrado por partidos políticos e por outros membros do Ministério Público a se posicionar sobre as ações de Jair Bolsonaro na crise do coronavírus. 

Em entrevista ao Globo, Augusto Aras, afirmou que poderá recorrer à Justiça se Bolsonaro “vier a baixar um decreto contrariando a orientação da horizontalidade”. 

O Procurador-Geral refere-se ao isolamento social  recomendado pelo Ministério da Saúde, com base em dados técnicos e científicos, e de acordo com as Orientações da Organização Mundial da Saúde.

O isolamento social tem sido adotado por prefeitos e governadores, com a oposição de Jair Bolsonaro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247