Aspira de embaixador, Eduardo Bolsonaro recebe cheque-promessa de empresário que quer desbancar J&F

Eduardo Bolsonaro postou nas redes sociais uma foto ao lado do indonésio Jackson Widjaya, da Paper Excellence, com a reprodução de um cheuqe em tamanho grande dizendo: "Empresa anuncia investimento de R$ 31 bilhões no Brasil até 2022. Satisfação receber este cheque simbólico da Paper Excellence"; a empresa quer desbancar a brasileira J&F

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Aspirante a embaixador do Brasil nos EUA, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) viajou para a Indonésia para surfar, mas aproveitou a viagem para se encontrar com o empresário  indonésio e publicou nesta terça-feira (30), em sua redes sociais, uma foto segurando a rprodução em tamanho grande de um cheque de R$ 31 bilhões.

A publicação de Eduardo era para comemorar os investimentos que o empresário Jackson Widjaja. diz que vai trazer para o Brasil. Antes, a empresas fez a mesma entrega com o vice Hamilton Mourão, mas o valor do cheque era menor: R$ 27 bilhões. 

A empresa quer se instalar no país e desbancar a brasileira J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista. A Paper é sócia da J&F na empresa Eldorado Brasil e briga na Justiça pelo controle da companhia. No entanto, a Widjaja prometeu comprar a companhia por R$ 15 bilhões, mas só pagou o equivalente a 49% da Eldorado. A empresa tinha um ano para concluir a compra, mas não fez o pagamento do restantes.

Para quem aspira um cargo que deve buscar o representar os interesses empresariais do país, Eduardo Bolsonaro não dá bons sinais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247